Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Morcegos fêmeas usam "voz de bebê" para se comunicar com filhotes

Isto mostra que a comunicação entre progenitores e crias é bem mais complexa do que se pensava.

Compartilhe

Tal como humanos, os morcegos também se comunicam de forma diferente com as suas crias. Isto mostra que a comunicação entre progenitores e crias é bem mais complexa do que se pensava.

Normalmente, quando falamos para bebês ou crianças, tendemos a arrastar o nosso discurso e a usar um tom mais agudo. Falar desta forma aumenta a atenção do bebê e facilita a aprendizagem de linguagem. Agora, uma equipe de investigadores decidiu explorar se a comunicação dirigida a crias em morcegos resultaria em alterações de vocalização.

Cria de morcego agarrada na barriga da mãe (Getty)

Os cientistas focaram-se no Saccopteryx bilineata, uma espécie de morcego que pode ser encontrada na América Central e um pouco na América do Sul. Esta é uma espécie que apresenta um alargado reportório vocal, utilizado em várias circunstâncias e situações, lê-se no comunicado citado pela EurekAlert.

A equipe de investigadores descobriu que as progenitoras interagem com os filhotes enquanto eles “balbuciam”, o que pode ser interpretado como um feedback positivo para as crias durante a prática vocal nos seus primeiros três meses de vida.

Os cientistas notaram que, assim como os humanos, o tom de voz das mães morcego era diferente quando se dirigiam às suas crias. Enquanto isso, os morcegos machos comunicavam com as crias de uma forma que parecia transmitir a “assinatura vocal” do seu grupo social.

“Os chamamentos de crias são acusticamente mais semelhantes aos dos machos do mesmo grupo social do que aos de outros machos”, disse a coautora do artigo científico Mirjam Knörnschild. “Estes resultados sugerem que as vocalizações de machos adultos podem servir como orientação para o desenvolvimento de assinaturas de grupo em chamamentos de crias”.

Isto mostra que a comunicação entre progenitores e crias de morcegos é bem mais complexa do que aquilo que os cientistas pensavam anteriormente.

“Estes resultados mostram que o feedback social é importante durante o desenvolvimento vocal, não apenas em humanos, mas também noutras espécies de aprendizagem vocal como Saccopteryx bilineata“, disse Ahana Fernandez, autora do artigo publicado este mês na revista científica Frontiers in Ecology and Evolution.




Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar