Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Neozelandês cego por causa da vodca volta a enxergar com uísque

A história pode parecer engraçada, mas o manguaceiro sacou que podia ter morrido

Neozelandês cego por causa da vodca volta a enxergar com uísque
Qual desses você escolheria para salvar a sua vida? | Reprodução
Compartilhe

Sabe aquelas histórias inacreditáveis que acontecem com bêbados e, depois, eles ficam repetindo pra todo mundo e ninguém jamais acredita que o caso rolou de verdade? Um homem de 65 anos de idade, chamado Duthie, ficou cego depois de misturar vodca com seu medicamento para diabetes.

Tudo aconteceu na festa de 50 anos de casamento de seus pais. Ele deu umas bicadas em um copo de vodca, sentiu sono e foi dormir em seu quarto. Não deu nem tempo de contar carneirinhos: assim que ele chegou em seu quarto, alguém havia apagado as luzes e não havia sido ele.

Aos poucos ele foi percebendo que o blecaute estava rolando apenas em seus olhos. As luzes estavam acesas, havia energia na casa, mas, ainda assim, ele não conseguia enxergar nada. ? Eu ficava trombando em tudo tentando achar o interruptor de luz, mas... eu estava completamente cego!

Duthie tentou dormir pra ver se a coisa passava, mas, como não passou, sua mulher o levou o hospital mais rpóximo e, por ele ser diabético há 20 anos, foi direto para a Unidade de Tratamento Intensivo.

Lá, os médicos disseram à mulher de Duthie que se despedisse do marido porque seu destino era incerto.

De acordo com o jornal New Zealand Herald, o que aconteceu em seguida foi o seguinte: quando o médico abriu a barriga de Duthie, sentiu um baita cheiro de acetona ? sinal de envenenamento por formol ? causado por ingestão de metanol.

Para o tratamento deste tipo de treta, os médicos costumam usar etanol (álcool que é encontrado em bebidas alcoólicas) , mas o hospital não tinha tanto quanto deveria ter para salvar de uma vez a vida de Duthie.

Não por isso: um funcionário do hospital foi até uma loja de bebidas e comprou uma garrafa de uísque de primeira linha, que passou a ser administrada no estômago de Duthie através de um tubo.

? Eu acordei cinco dias depois e pude ver tudo assim que abri meus olhos.

Abrir os olhos é a expressão certa pro caso de Duthie ? que não deveria beber nem que a vaca tossisse o hino da Nova Zelândia em pequenas nuvenzinhas roxas.

O fato é que o incidente fez com que ele perdesse quase 15 kg e, ao invés dos cinco remédios que ele estava habituado a tomar, agora ele precisa tomar 14 tipos diferentes de medicamentos. Agora, Duthie não bebe mais e faz questão de contar o perrengue que passou para todos os diabéticos que conhece.

? Não façam o que eu fiz, amigos. Se fizerem, vocês podem acabar mortos.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar