Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Respostas engraçadas e criativas dadas por crianças em provas

Crianças às vezes usam imaginação ao responder questões de provas

Respostas engraçadas e criativas dadas por crianças em provas
Respostas engraçadas e criativas dadas por crianças em provas | Reprodução
Compartilhe
Google Whatsapp

O que você faz quando não sabe a resposta de alguma questão da prova? Alguns alunos não deixam em branco e preferem usar a criatividade nessa situação. Como na imagem que vem a seguir!

 class=

Parece que esse aluno andou faltando as aulas de história e, sem saber a resposta correta, resolveu apelar para a criatividade. Ele brincou com a palavra “fria”, como se a guerra em questão levasse esse nome por ter se passado no inverno. Vale lembrar que essa guerra é chamada de “fria” porque não houve conflitos armados diretamente entre os Estados Unidos e União Soviética. Mas o professor não parece ter achado engraçado e colocou um “X” bem grande.

 class=


Aqui parece ter sido preguiça do aluno. Ele nem tentou iniciar a redação de 200 palavras. Ou será que ele ficou muito tempo nas outras questões e não conseguiu fazer o texto? O certo é que ele tentou amolecer o coração do professor ao escrever “Um beijo vale mais que mil palavras”. Mas não deu certo e ele acabou com “0”. Estaria ele ou ela apaixonado (a)?

 class=

Mais um aluno que precisa prestar mais atenção nas aulas de história. Esse até começou bem e acertou a pergunta “A”. Porém, ele não conseguiu o ponto inteiro da questão 4 ao errar “Qual a frase dita pelo monarca na foto?”. Sem saber a resposta correta, ele também usou a criatividade e preferiu interpretar a foto a sua maneira.

 class=

Que Sócrates mantinha uma relação de amor com a Filosofia todo mundo sabe. Mas o professor esperava uma resposta mais consistente e com conceitos vistos na aula. Não foi o que aconteceu. Mesmo com um desenho criativo ele acabou levando “0” e perdendo dois pontos. Tomara que tenho conseguido responder as outras.

 class=


Uma das respostas mais criativas! Na prova de Biologia, o aluno disse que não poderia responder a questão 10, pois tinha um urso cobrindo parte da pergunta. Mas quem colocou o urso lá? Com certeza não foi o professor, que entrou na brincadeira e disse que também estava vendo o animal. Mesmo com o bom humor, ele não deve ter perdoado o aluno na hora de dar a nota.

 class=

Criatividade dos dois lados!O aluno não soube responder a questão de matemática e desenhou uma “carinha feliz”. Em tom de brincadeira, ele escreveu “Você ganhou um descanso. Vá corrigir a próxima prova”. O professor não deixou por menos e foi irônico ao responder: “Obrigado! No próximo semestre eu corrijo sua prova novamente”.

 class=

O aluno que respondeu essa questão deve olhar muito filme de ação. Na prova de história, ele tinha que fazer um resumo sobre a 2ª Guerra Mundial. O resultado? Várias frases desconectas, mas que representam o que provavelmente é dito e escutado por soldados durante as batalhas. E ele até ultrapassou o mínimo de linhas exigido. Mas a nota infelizmente ( ou felizmente) foi “0”.

 class=

O aluno deveria ter respondido que o esqueleto (humano) tem como função principal proteger determinados órgãos vitais, além de armazenar gordura e minerais, ajudar com os movimentos do corpo e sustentar o organismo. Porém, ele apenas mostrou ser fã do desenho animado He-Man, que tem como vilão o “Esqueleto”. Obcecado pelo poder, o personagem tenta de todas as formas dominar o castelo de Grayskull, que representa o poder do bem em Etérnia.

 class=

Mais um aluno que não prestou atenção nas aulas de história. Ao ser questionado sobre o governo do ex-presidente Jânio Quadros, ele disse que não poderia responder pois não era nascido na época. Porém, ele tentou amenizar e prometeu pesquisar sobre o assunto. Mas um detalhe: ele deveria ter feito isso antes da prova. E claro que a professora não caiu nessa e deu errado na questão.

 class=

Sem saber os nomes dos órgãos femininos, o aluno usou e abusou da criatividade. Nota dez nesse quesito! Ele não conseguiu identificar nenhum nome, mas fez um belo desenho, que ficou parecendo o rosto de um animal. Apesar da ilustração, a nota não deve ter sido nada boa.

 class=


Mais uma resposta que não pode ser considerada errada. Tudo depende do ponto de vista. Ele, de fato, achou o “x” e sinalizou isso na prova. Mas como a questão era de matemática, ele não somou pontos. Na próxima vez o professor deve explicar melhor o enunciado para evitar esse tipo de resposta.

 class=

Mais um que apenas circulou o “X” na prova de matemática, sem fazer nenhum calculo. Parece que essa pergunta pode ser interpretada de diferentes formas, pois tem muito aluno se “confundindo” na hora de responder. Mas o professor não perdoou o erro. Além de dar errado, ele ainda tirou pontos do aluno por não ter gostado da brincadeira.

 class=

A criança parece não ter entendido bem a matéria. Ela precisa desenhar exemplos de seres vivos e de seres não vivos, mas acabou entrando para nossa lista de respostas hilárias. Vale lembrar que os seres vivos são aqueles que nascem, crescem, se reproduzem e morrem, como os animais (inclusive o homem), fungos, plantas, algas, protozoários e bactérias. Os seres não vivos são aqueles inanimados, que não possuem vida, mas que também são da natureza, como o ar, a água, o solo e as pedras

 class=

Você sabia que os fãs do atacante Cristiano Ronaldo têm um nome? Para o aluno que respondeu a questão, o “Cristianismo” é uma religião de fãs do jogador do Real Madrid. E segundo ele, é a maior religião do mundo!

 class=

Mais uma pergunta que tem várias possibilidades de resposta. Tudo depende da interpretação. Por isso, não podemos dizer que o aluno errou totalmente a questão. Porém, como a ideia era testar os conhecimentos da matéria, ele deve ter levado zero.

 class=

Imagina a reação do professor ao ver essa prova? O aluno precisava usar uma das duas palavras para completar a frase abaixo. Porém, ele se confundiu ao interpretar o enunciado da questão e entrou para nossa lista de melhores respostas de todos os tempos.

 class=


Tão jovem e com tantas decepções amorosas já… O aluno achou que estava em uma consulta com psicólogo e acabou levando para o lado emocional ao responder a questão 7 da prova. Mas com certeza o professor de biologia queria saber a função do órgão.Vamos dar um desconto, pois adolescente geralmente gosta de um drama.

 class=

Outro exemplo de pergunta com duplo sentido. Na questão 7 da prova, o aluno precisava responder quanto media um jogador de basquete, convertendo a medida dada em centímetros para metros. Porém, o aluno acabou dando a sua altura.

 class=

Aqui você pode ver o sucesso e poder de uma marca. O pequeno aluno se confundiu na questão 2 da prova. Ele precisava identificar o nome da figura. O certo seria responder “jacaré”, mas ele acabou escrevendo “Lacoste”, marca que tem como símbolo o animal.

 class=

Ele pode ter errado a resposta, mas com certeza divertiu o professor responsável pela correção da prova. Na prova de física, o aluno se deparou com a questão “quais os dois acidentes musicais”. Sem saber responder de forma correta, ele foi irônico e citou duas bandas musicais brasileiras: Cine e Restart.

 class=

Sem saber a resposta correta, esse aluno resolveu apelar para Jesus. Ao invés de fazer o calculo para converter as medidas, ele colocou trechos de uma oração (que não tinha certeza se estava certa). Podemos notar que é uma pessoa de fé! Mas a professora não deu chances e logo marcou um risco na resposta.

 class=

As provas de matemática são geralmente as mais temidas na escola. E esse aluno prova isso. Sem saber solucionar a questão 2, ele se mostrou bastante desesperado na resposta. E a professora parece não ter entendido.

 class=

Tem alguém ouvindo muito funk. Na questão 7 dessa prova, o aluno precisava citar quatro direitos sociais básicos da cidadania. Porém, ele provavelmente não sabia nenhum e resolveu citar uma letra de música. A professora não gostou nada da brincadeira e deixou bem claro isso.

 class=

Aqui podemos notar o poder da propaganda. O aluno usou uma frase muito dita em um comercial de TV para responder as questões da prova. E o pior que não foram poucas as vezes que ele citou “Pergunta lá no Posto Ipiranga”. A professora não deve ter ficado nada satisfeita ao corrigir essa prova. Faltou educação!

 class=

Artistas não faltam nas escolas brasileiras. Nessa prova de Ciências, o aluno não parece ter se preparado bem e precisou abusar da criatividade para não deixar em branco a questão. Para isso, ele até usou os elementos solicitados no enunciado. Só que de forma errada! A professora pode até ter se divertido, mas com certeza deu zero para ele.


 class=

Um show de criatividade! Impossível não se divertir com esses alunos. No caso desse, ele não sabia as funções do Sistema Nervoso Simpático e do Parassimpático e resolveu fazer sua própria interpretação. O problema é que ficou bem confuso. Além disso, não foi o que professora de Biologia ensinou na sala de aula.


 class=

Não é tão simples assim responder uma pergunta de Literatura. Na visão do aluno, a professora precisava ser mais específica ao questionar sobre as “sensações” do personagem citado. Só assim ele conseguiria formular a resposta adequada. O melhor foi a resposta da professora, que também usou a palavra “sensação” para mandar um recado ao aluno.

 class=

Temos um futuro doutor aqui? Ao invés de usar a matemática para solucionar o problema, o aluno preferiu ver a parte psicológica de Antônio. Como só tinha números nas alternativas, ele adicionou uma sexta com a resposta que ele achava mais adequada. Na visão dele, o ideal seria que o personagem procurasse um psiquiatra.

 class=

Mais uma prova que criatividade não é problema nas escolas. Esse aluno se mostrou bastante confiante ao terminar a prova e resolveu ajudar a professora. Depois de responder todas as questões, ele desenhou ao lado um “10” em pontilhados ao lado para a professora completar.

 class=

Quem não odiava escrever sobre as férias no retorno às aulas? Essa criança então resolveu escrever algumas verdades para a professora. Ela até fez uma redação, mas mudou de tema. Em vez de escrever sobre o período em que esteve longe da escola, ela optou por mandar um recado sincero à professora.

 class=

Ao ser questionado sobre “liberdade”, o aluno resolveu fazer um desabafo. Ele se mostrou bastante revoltado pelo fato de ter que escrever sobre o assunto ao mesmo tempo em que se sentia obrigado a ficar na escola. Ele pode até ter usado as palavras de forma grosseira, mas faz certo sentido o que ele colocou no papel.

 class=

Faltou senso de humor para esse aluno. Em vez de explicar a piada do quadro, ele fez questão de demonstrar sua indignação com a questão e escreveu: “Eu não achei graça”. O professor que elaborou a prova deve ter ficado assustado com o mau humor dessa criança. O certo é que o aluno perdeu a chance de acertar uma pergunta bastante simples.

 class=

Difícil dizer quem foi mais criativo aqui! Na questão 4 da prova de Português, o aluno precisava explicar o que era sujeito composto. E o exemplo foi sensacional! Apesar de toda a criatividade, ele levou “0” por não saber a matéria. O professor também aproveitou o conteúdo para responder de forma engraçada.


 class=



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto