Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Saiba como experiências traumáticas afetam os olhos de uma pessoa

Pesquisa encontrou diferenças nos olhos das pessoas com transtorno de estresse pós-traumático (PTSD).

Compartilhe

Pesquisadores da Swansea University, no Reino Unido, descobriram que os olhos de uma pessoa podem revelar se ela teve alguma experiência traumática no passado. A pesquisa foi publicada na edição de julho da revista Biological Psychology e focada em pacientes com transtorno de estresse pós-traumático (PTSD).

Pessoas que sofrem de PTSD tendem a desenvolver maior sensibilidade aos eventos cotidianos, o que acaba afetando sua capacidade de “desligar” e relaxar. Assim, os cientistas decidiram procurar diferenças nos olhos dos voluntários que tinham ou não o distúrbio.

pupilas são alteradas (foto: pixabay)

No teste, os pesquisadores mediram o tamanho da pupila dos olhos dos participantes enquanto observavam imagens associadas a coisas e experiências agradáveis, neutras e ameaçadoras, como armas e animais - e os resultados foram surpreendentes. De acordo com o artigo, a resposta das pessoas com PTSD foi diferente mesmo daquelas que tiveram trauma, mas que não tinham PTSD.

As pupilas das pessoas com PTSD não só dilataram ao olhar para imagens ameaçadoras, mas também para imagens agradáveis. “Essas descobertas nos permitem entender que as pessoas com PTSD são automaticamente preparadas para reações de ameaça e medo em qualquer contexto emocional incerto”, disse Aimee McKinnon, líder do estudo, em um comunicado.

Segundo os pesquisadores, os resultados também sugerem que, durante a terapia, é importante abordar todas as questões que envolvem o dia a dia dos pacientes com TEPT e não apenas as situações negativas ou ameaçadoras. “Os médicos precisam entender esse impacto dos estímulos positivos para ajudar os usuários dos serviços a superar os desafios significativos que enfrentam”, disse McKinnon.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar