Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Será que tenho tártaro? Saiba o que é e como tratá-lo

O cálculo dental, popularmente chamado de tártaro, é um dos problemas bucais mais recorrentes entre os brasileiros

Compartilhe


Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, 88% dos brasileiros sofrem com algum problema relacionado à saúde bucal e não sabem. Dentre esses males, um dos mais comuns é o tártaro: problema originado pelo acúmulo de placa bacteriana nos dentes, que quando não removida por uma correta higiene bucal, permanecendo muito tempo na região, mineraliza-se e endurece, formando uma crosta de cor amarelada.

Responsável pelo surgimento de doenças periodontais que já atingem cerca de 82% dos adultos de 35 a 44 anos e quase a metade dos jovens entre 15 e 19 anos, o tártaro também acomete 98,2% dos idosos brasileiros, com idade entre 65 e 74 anos, segundo informações do Ministério da Saúde.

"Normalmente, isso ocorre devido à falta de higiene bucal ou até pela maneira incorreta de praticá-la, acumulando placa bacteriana que, quando não removida se calcifica e forma o cálculo dental, popularmente conhecido como tártaro. Esse não é possível remover somente com a escovação, apenas um dentista conseguirá remover o cálculo por meio de uma limpeza profissional com a utilização de instrumentais odontológicos específicos para a raspagem. ", explica Dra. Brunna Bastos, cirurgiã-dentista .

A dentista aponta quem existem dois tipos de tártaro: o supragengival e o subgengival. "O primeiro é caracterizado por se formar na parte aparente do dente, próximo da gengiva. Pode ser identificado pelo próprio paciente já que fica em um local visível e apresenta uma coloração amarelada. Já o segundo, por ficar abaixo da gengiva não consegue ser visualizado, somente o dentista será capaz de visualizar e fazer a remoção adequada. ", informa a especialista.

reprodução internet

Qualquer indício na superfície do dente já demanda atenção, pois reflete a necessidade de reforçar os cuidados com a higienização bucal. " Qualquer indício de tártaro deve ser removido o quanto antes por um profissional, evitando sua progressão. Esse problema pode trazer diversas consequências para a saúde bucal, como gengivite (inflamação da gengiva), periodontite (quando a doença passa a atingir os tecidos de sustentação do dente) e até mesmo a cárie, uma vez que o tártaro é o resultado do acúmulo da placa bacteriana no qual as bactérias ali presentes geram toxinas e ácidos que prejudicam tanto a saúde da gengiva, levando à doenças periodontais, quanto à saúde do dente com a formação de lesões de cárie. Ou seja, um quadro aparentemente inofensivo pode progredir e levar até mesmo, à perda dentária", afirma a Dra. Brunna.

"É muito importante alertar que os pacientes não tentem fazer a remoção do cálculo por métodos ou receitas caseiras, pois, podem ocasionar lesões na gengiva, dentes, prejudicando a saúde bucal. Procure sempre orientação do seu Dentista, ele é o profissional apto para diagnosticar e proceder com o tratamento adequado. Vale ressaltar também que a prevenção é fundamental, removendo a placa bacteriana, por meio de uma correta escovação e uso diário do fio dental. ", conclui.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar