mais

Seus lençóis parecem limpos, mas você sabe o que se esconde embaixo deles?

Na realidade, enquanto dormimos, uma série de ações acontecem em nosso corpo e também no lugar onde repousamos. Talvez você não saiba, mas você dorme com milhões de microrganismos todos os dias.

Hábitos de higiene são necessários para qualquer pessoa e, na verdade, indispensáveis. No entanto, por mais que você lave tudo na sua casa, a verdade é que ainda assim nada nunca esta “realmente” limpo. Quando você coloca sua roupa de cama para lavar, por exemplo, você as deixa limpas o suficiente. Mas nunca é possível dizer que as coisas estão 100% limpas, especialmente se tratando de tecidos.

Na realidade, enquanto dormimos, uma série de ações acontecem em nosso corpo e também no lugar onde repousamos. Talvez você não saiba, mas você dorme com milhões de microrganismos todos os dias. Não é exatamente a conchinha que você esta querendo, mas a verdade é que ninguém nunca dorme sozinho.

Nunca é possível dizer que as coisas estão 100% limpas. (Foto: Reprodução)Nunca é possível dizer que as coisas estão 100% limpas. (Foto: Reprodução)

BACTÉRIAS NA CAMA

Em geral, associamos as bactérias a uma ideia de doença e sujeira, não é mesmo? Mas elas são muito mais presentes do que nos damos conta. Especialistas estimam que nossa cama abriga uma variedade muito ampla de bactérias e, na prática, elas não costumam oferecer riscos à nenhum de nós.

No entanto, podem oferecer em determinadas circunstâncias. Inclusive, cientistas já identificaram a presença de Staphylococcus aureus, estafilococos e E.Coli. Só nesses três tipos citados, já se acumulam riscos de: problemas dermatológico e risco de infecções graves.

 Estudos revelam a estimativa de que soltamos cerca de 500 milhões de células mortas todas as noites. (Foto: Reprodução) Estudos revelam a estimativa de que soltamos cerca de 500 milhões de células mortas todas as noites. (Foto: Reprodução)

INSETOS NA CAMA

Achou desagradável a ideia de dividir cama com bactérias? Que tal a ideia de que insetos dormem com você? Estudos revelam a estimativa de que soltamos cerca de 500 milhões de células mortas todas as noites, enquanto dormimos. É claro que são porções microscópicas, você não seria capaz de vê-las a olho nu.

Ainda assim, essas células mortas são suficientes para atrair insetos. Talvez você já tenha ouvido falar em ácaros, não é? Eles são mesmo os mais presentes, já que se alimentam de células mortas e são invisíveis a olho nu. Muitos lugares, inclusive reportagens de TV, recomendam circulação de ar e luz solar para manter a população desses bichinhos desagradáveis. Quanto a nossa saúde, seu principal risco esta relacionado a alergias e asma, o que pode se tornar um problema maior.

Outros insetinhos comuns de se ter em camas são os percevejos de cama, que também são minúsculos. Esses são animais mais chatinhos de se combater, demandando inclusive trabalho profissional. Se você sente picadas dolorosas e incômodas na cama, pode ser que esteja lidando com o problema.

DEMAIS GERMES DOMÉSTICOS

Sabe quando a sua mãe mandava você não deitar na cama com “roupa de rua” ou subir calçado na cama? Ela tinha razão! Todos nós transportamos germes de um lugar para o outro, mas em geral estamos muito mais vulneráveis durante o sono. Então é importante evitar o contato da nossa cama e roupa de cama com outros objetos sujos, como uma roupa que você usou na rua.

Todos nós transportamos germes de um lugar para o outro. (Foto: ReproduçãoTodos nós transportamos germes de um lugar para o outro. (Foto: Reprodução

COMO COMBATER O PROBLEMA?

Como citado no começo do texto, a higiene é grande saída para todos os problemas citados aqui. Lavar a roupa de cama com frequência, tomar banho com frequência, lavar suas roupas com frequência… tudo isso colabora muito para manter todos esses problemas sob controle. Além disso, procure sempre manter sua casa arejada e se puder permitir a entrada de luz solar, melhor ainda!


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail