Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Suculentas: quais são os maiores cuidados?

Versáteis, as espécies exigem baixa manutenção e deixam a casa cheia de charme

Compartilhe

As suculentas são o tipo de planta que todos querem ter em casa. Fáceis de cuidar, demandam menos tempo em comparação a outras espécies, e possuem uma grande variedade de tipos, formas e cores. Outra vantagem é que elas se adaptam bem em qualquer tipo de ambiente, tanto externos quanto internos, e também conseguem sobreviver em espaços fechados, desde que recebam uma boa iluminação ainda que indireta.

Elas preferem e adoram sol pleno e luz direta, por isso o melhor lugar para elas é perto da janela, na varanda ou no jardim, e jamais na sombra - esqueça os cantinhos escondidos e as prateleiras do banheiro. Carol Costa, jardineira , dá quatro dicas essenciais para os cuidados com as suculentas e como fazer novas mudas para encher a casa de verde. Confira:

• Plantas que ficam muito tempo no sol necessitam de cálcio. Por isso, adubá-las com a substância sempre será uma boa ideia. Um alimento onde se encontra muito cálcio é na casca do ovo, que pode ser triturada no liquidificador e colocada em volta da suculenta ou enterrada no vaso.

• Muita atenção com as regas. Antes de regar, toque a terra com a ponta do dedo, se estiver úmida, não molhe. A própria folha da espécie possui muita água!

• Falando em regar, muitas pessoas utilizam o pulverizador, mas ele está longe de ser o instrumento perfeito para as suculentas. Pelo contrário! Jogar água em cima de suas folhas pode causar fungos e consequentemente, o apodrecimento da planta. Por isso, a melhor forma de regá-las é usando uma seringa ou regador de bico fino.

• Se você deseja fazer novas mudas da suculenta, o processo é bem simples. Basta retirar as folhas de uma espécie e colocá-la superficialmente sob uma bandeja ou pote com areia umedecida. Nesse estágio de vida da planta ela pode ser pulverizada. Em algumas semanas nascerão as primeiras raízes e então é só repetir o processo, mas em um vaso com substrato. Transporte-a para ele, não enterrando, mas apoiando-a na terra e em breve a nova suculenta irá se desenvolver naturalmente. Essa técnica funciona para muitas espécies, não pra todas. Algumas se reproduzem por batatinhas, por caules ou por divisão de touceira.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar