mais

Tráfico de tartarugas em extinção leva policial a pegar 3 anos de prisão

o policial equatoriano chegou a ser preso no mês de março ao tentar retirar os animais embalados em plástico em uma mala, sendo o destino a cidade de Guayaquil (sudoeste).

É cada vez mais comum a prática de crimes ambientais que prejudicam o meio ambiente e ameaça a espécies em extinção. Recentemente, o Ministério do Meio Ambiente do Equador condenou, a três anos de prisão, bem como o pagamento de R$ 3.379.117,26, o policial Nixon P. pelo crime de tráfico de 185 filhotes de tartaruga gigante das Ilhas Galápagos.

De acordo com informações, o policial equatoriano chegou a ser preso no mês de março ao tentar retirar os animais embalados em plástico em uma mala, sendo o destino a cidade de Guayaquil (sudoeste).

O crime resultou na morte de 32 das 185 tartarugas que o policial tinha em seu poder.

Tartaruga gigante é uma expécie em extinção. (Foto: wikipédia)Tartaruga gigante é uma expécie em extinção. (Foto: wikipédia)

O Ministério do Meio Ambiente do país informa, ainda, que o réu também deverá apresentar um pedido público de desculpas por meio de um veículo de comunicação nacional.

"O tráfico de espécies protegidas é um golpe para a natureza que, desta vez, não pôde se efetuar, graças aos procedimentos implementados em coordenação com outras instituições", disse o diretor do Parque Nacional de Galápagos (PNG), Danny Rueda, segundo comunicado divulgado pelo Ministério.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail