Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Obras inéditas exploram novas percepções dos espaços

Com transmissão gratuita pelas redes sociais da Companhia e a plataforma #CulturaEmCasa, Dança Hoje festeja os 40 anos do Teatro

Compartilhe

A São Paulo Companhia de Dança (SPCD), corpo artístico da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela Associação Pró-Dança e dirigida por Inês Bogéa, se une às comemorações dos 40 anos Teatro Sérgio Cardoso, gerido pela Amigos da Arte, com direção de Danielle Barreto Nigromonte, para a estreia do projeto Dança Hoje, uma coleção de coreografias contemporâneas inéditas criadas especialmente para o suporte audiovisual a partir de um fino entrosamento entre música e movimento.

A produção estreia no exato dia do aniversário do Teatro – 13 de outubro, às 18h – e fecha uma programação especial criada pela Amigos da Arte que acontece a partir do dia 9, com exibições gratuitas pela plataforma #CulturaEmCasa. O vídeo também será transmitido redes sociais da Companhia e faz parte da série de ações do selo #SPCDdigital.

Gravado no Teatro Sérgio Cardoso – a casa da SPCD durante suas Temporadas anuais -, Dança Hoje surgiu de uma provocação da diretora da Companhia, Inês Bogéa, durante o período em que os bailarinos estavam isolados em suas casas em quarentena. O objetivo era fazê-los explorar as possibilidades da contemporaneidade com a criação de obras de curta duração e número reduzido de intérpretes dentro das possibilidades impostas pelo contexto social do momento.

Concebidos à distância e idealizados para o meio digital, os solos, duos, trios e quartetos originados ganharam novas camadas a partir de sua relação com o vídeo, através das lentes de Rubens Crispim Jr., e também da música, parte dela executada ao vivo por instrumentistas do Percorso Ensemble, com direção musical de Ricardo Bologna.

Coreógrafos nacionais e internacionais, alguns deles situados a milhares de quilômetros dos intérpretes, foram convidados a colaborar com o projeto e desenvolver processos criativos por meio de ferramentas de vídeo online, como Esdras Hernández, Mônica Proença, Jonathan dos Santos e Yuri Ruppini, além do dramaturgo Bastian Thurner. Bailarinos da Companhia que experimentam o ofício de coreógrafo dentro do Programa de Desenvolvimento de Habilidades Futuras do Artista da Dança, mantido pela própria SPCD, também puderam elaborar trabalhos a serem dançados pelos próprios colegas.

 “O projeto Dança Hoje nasce do desejo de dar vazão a processos criativos coletivos mesmo diante do desafio imposto pelo novo arranjo social no qual vivemos. Com base nisso, bailarinos, coreógrafos, músicos e instrumentistas foram convidados para estruturar diálogos cênicos a partir das ferramentas que cada um domina. Essa é uma forma de manter estreitos os laços dos artistas com o público ao mesmo tempo em que continuamos a ocupar o Teatro Sérgio Cardoso, a casa de nossas temporadas, para celebrar esses 40 anos de intensa atividade cultural”, ressalta a diretora artística e executiva da São Paulo Companhia de Dança, Inês Bogéa.

“O Teatro Sérgio Cardoso, nos seus 40 anos de história, se consolidou também como um palco valioso para a dança, tendo recebido ao longo de sua trajetória renomadas companhias nacionais e internacionais. É uma honra para nós ter nesse aniversário a participação da São Paulo Companhia de Dança, tão conectada com a história do teatro e fundamental na cena artística do país”, diz Danielle Barreto Nigromonte, diretora executiva da Amigos da Arte, instituição que gerencia o Teatro Sérgio Cardoso.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar