Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Projeto de teatro será aplicado em escolas em 2020

Teatro do Oprimido é um método genuinamente brasileiro, criado pelo dramaturgo Augusto Boal, implantado em mais de 100 países

Projeto de teatro será aplicado em escolas em 2020
Atividades nas escolas públicas estaduais | Divulgação
Compartilhe

Sensibilizar os alunos de Ensino Médio em relação ao teatro é a proposta de Norma Soely, professora do Teatro do Oprimido, que iniciou o projeto nas escolas estaduais Premen Sul e Unidade Escolar Nossa Senhora da Paz. A direção das escolas abraçou o projeto e reuniu, no auditório, mais de cem alunos em cada turno. A reação dos jovens foi de surpresa com as propostas e os jogos teatrais aplicados e muito interesse em participar das aulas de teatro, que serão aplicadas nos sábados letivos do primeiro semestre de 2020.

O teatro, segundo Norma, traz a proposta de uma mudança de comportamento dos jovens. A professora de artes da U. E. Nossa Senhora da Paz, Brenda Rocha, ressaltou que os alunos entenderam o que é criar, imaginar. “Não refutaram, por que a criação e a imaginação talvez seja a maior de todas as ciências”.

Segundo Norma, alunos tímidos ou deprimidos, com autoestima baixa, passam a acreditar mais no seu potencial criativo e de vida. “Alunos muito ‘danados’, que não permitem que os outros se expressem e que chamam a atenção com um comportamento negativo, passam a canalizar a energia para fazer coisas criativas e respeitar a livre expressão dos outros”, diz.

O Teatro do Oprimido é um método genuinamente brasileiro, criado pelo dramaturgo carioca Augusto Boal, implementado em mais de 100 países de todos os continentes e que, trabalhado com pessoas em situação de vulnerabilidade social, apresenta respostas a essas questões. Os meios de produção das artes cênicas são apropriados pelas pessoas, mostrando a capacidade de cada uma.

O Projeto tem como realizadora a professora de Teatro do Oprimido Norma Soely, patrocínio do Sistema de Incentivo Estadual à Cultura do Piauí – SIEC/PI, da Secretaria de Estado da Cultura do Piauí. Conta com apoio da Secretaria Estadual de Educação – SEDUC/PI.

O resultado esperado do Projeto é criar um grupo de teatro nas escolas para trabalhar com temas que envolvem a comunidade, como: bulliyng, racismo, violência, gênero, drogas e outros. O teatro contribui para a autonomia dos alunos, estimula a auto-estima, reforça a importância de trabalhos em equipe e desenvolve o potencial criativo deles com a criação, produção e apresentação de peças que serão apresentadas na própria escola, para a comunidade, ao final da oficina. Pais, mães e professores também participarão do processo.

240 pessoas serão envolvidas diretamente no trabalho de criação e apresentação de 4 espetáculos teatrais com figurino e cenário feitos pelos próprios alunos e alguns pais ou mães. Norma reforça que, após o resultado, que será positivo, a SEDUC possa levar o Projeto para todas as escolas estaduais do Piauí.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar