Advogada some com R$ 180 mil de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank

Dinheiro seria usado para a compra de um imóvel vendido em leilão.

Os atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank estão acusando a advogada Isabela Brito de ter desaparecido com 180 mil reais que deveriam ter sido usados para a compra de um imóvel vendido em leilão.

De acordo com a revista Veja, o caso está sendo investigado na 16ª DP, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, e Giovanna e a ex-defensora do casal já prestaram depoimento.Os globais disseram que o valor foi pago em duas parcelas: os primeiros R$ 100 mil, em um cheque assinado pela mãe de Títi em 2010. Os outros R$ 80 mil, através de transferência bancária.

Segundo o depoimento de Giovanna, a ideia de investir na compra de um imóvel em leilão partiu da própria advogada. A advogada prometeu ao casal que o retorno do investimento viria em seis meses. Durante sete anos, porém, Giovanna e Bruno mantiveram contato por email com Isabela, que sempre respondia em linguagem jurídica, referindo-se a obstáculos variados.

A advogada Mariana Zonenschein explicou à publicação que o argumento de Isabela não pode ser comprovado. “Isabela me confirmou que o imóvel seria arrematado, mas disse que o processo estava emperrado por um embargo. Quando eu pedi o número deste embargo, ela sumiu. Aí procuramos a polícia. Ninguém paga uma quantia tão vultuosa de honorários sem haver um contrato. E neste caso não há”, indicou.


 Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank
Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank




Fonte: TV Foco
logomarca do portal meionorte..com