Eliana sobre o machismo: 'Sofro preconceito no meu trabalho'

Ela falou sobre realidade existente dentro das empresas no Brasil.

Eliana, assim como milhares de mulheres, sofre por conta do machismo. A apresentadora, que tem salário de R$ 800 mil e deve ganhar programa noturno, concedeu entrevista, onde falou sobre sucesso profissional e defendeu os direitos da mulheres que passaram a exercer cargos antes ocupados por homens, mas  que continuam ganhando menos que eles. 

Questionada sobre a rotina de trabalho, ela não pensou duas vezes e falou sobre a realidade dentro das empresas no Brasil. "Eu sofro preconceito no meu trabalho, no meu dia a dia. Eu sou mulher. Dentro do meu meio, por que só tem uma apresentadora aos domingos? Por que durante anos e anos só os homens tiveram programas dominicais? Isso é uma coisa a se pensar", questionou. 

Apresentadora Eliana
Apresentadora Eliana

Salários diferentes retratam a desigualdade também existente no mundo dos famosos. "Trabalhei por muitos anos como apresentadora e tive colegas homens que com menos tempo de trabalho ganhavam mais do que eu. Isso numa relativa igualdade de sucesso. Preconceito existe, sim, com certeza",

Embora não se considere feminista, Eliana comentou sua indignação sobre casos de abuso sexual e contou que isso a impulsionou a liderar um projeto pelo direito das mulheres. 

"Fui ficando angustiada. Como uma mulher num programa aos domingos pensei ter uma certa obrigação de ser um veículo facilitador de informação e conscientização. Não poderia ficar calada. Não bastava falar dentro de casa, com as amigas. Essa indignação me fez ir à TV. Minha luta é a favor das mulheres e não contra os homens". contou. 


Fonte: Com informações do MSN
logomarca do portal meionorte..com