Klebber Toledo é acusado de atropelar mulher e não prestar socorro

Na sua versão, quem causou o atropelamento foi um taxista.

O ator Klebber Toledo está envolvido em uma grande polêmica. Isso porque ele está sendo acusado de ter atropelado uma mulher identificada como Rosinéia Fagundes de Oliveira. de 40 anos, e de não ter prestado auxilio após o fato. Segundo informações, tudo aconteceu há dois meses mas só agora a possível vítima resolveu se pronunciar.

A informação foi divulgada pelo jornalista Leo Dias que afirmou também ter recebido fotos, vídeos e áudios do acontecido, mas preferiu não expor.

Após a divulgação, Klebber Toledo negou ter sido o responsável pelo atropelamento na orla da Barra da Tijuca, zona Oeste do Rio de Janeiro. Na versão do ator, a empregada doméstica teria atravessado o sinal fora da faixa de pedestre quando foi atingida por um táxi, que acabou acertando a traseira do Volvo dirigido por ele. Ao ser atropelada, Rosinéia sofreu fratura exposta no tornozelo esquerdo, perdeu cinco dentes e precisou amputar a falange do dedo mindinho esquerdo.

A empregada afirmou que teve todo o apoio do ator após o acidente: “A ambulância demorou 40 minutos para chegar. Klebber permaneceu comigo esse tempo todo, fez carinho na minha cabeça e disse que tudo ia ficar bem. Disse que ele ia pagar minha fisioterapia caso eu precisasse, os meus dentes e me ajudar. Mas ele sumiu. O taxista foi ao hospital me ver, mas o ator não apareceu", disse. O motorista do táxi registrou ocorrência na 16ª DP daquele bairro. A empregada ficou internada um mês e meio no hospital Miguel Couto, no Leblon, Zona Sul da cidade.

Klebber Toleto (Crédito: Purepeople)
Klebber Toleto (Crédito: Purepeople)

Confira a nota completa divulgada pela assessoria do ator:

"Diferentemente do que chegou à imprensa o ator não é o responsável pelo atropelamento de Rose. Klebber afirma que a história não condiz com a realidade dos fatos. Rose atravessava fora da faixa de pedestres no momento do acidente e foi atingida por um táxi. O carro do ator seguia em faixa paralela a do taxista e foi cortado por ele, colidindo com sua traseira em baixa velocidade. Klebber prestou socorro à vítima atingida pelo táxi e tentou tranquiliza-la até a chegada da emergência. O ator disponibilizou seus números de contato a todos os envolvidos e procurou o hospital para saber informações sobre o estado de saúde de Rose já que o celular dela não funcionava. Nestes dois meses após o ocorrido, Klebber não teve mais notícias dela. O ator afirma também que por livre vontade custeará o tratamento de Rose, já que o taxista não assumiu suas responsabilidades com a vítima".

Fonte: Com informações do Purepeople
logomarca do portal meionorte..com