Protagonistas aceitam ganhar menos por igualdade nos salários

Elenco principal recebe 1 milhão de dólares por episódio

No ano passado, a "Variety" fez um levantamento sobre o salário das estrelas das séries de TV americanas, e descobriu que os protagonistas de "The Big Bang Theory" têm os maiores salários em séries de comédia nos Estados Unidos.

O elenco principal da atração, formado por Jim Parsons (Sheldon), Kaley Cuoco (Penny) e Johnny Galecki (Leonard), chegam a ganhar, cada um, US$ 1 milhão por episódio, normalmente, são 24 por temporada.

Esse número, no entanto, é desproporcional se comparado ao salário das atrizes secundárias Mayim Bialik e Melissa Rauch. Cada uma recebe cerca de US$200 mil por episódio, o que causou comoção entre os protagonistas, que decidiram aceitar cortes em seus salários a fim de liberar dinheiro para os aumentos das atrizes.

Elenco de The Big Bang Theory (Crédito: Reprodução)
Elenco de The Big Bang Theory (Crédito: Reprodução)

O fato, contudo, também pode estar relacionado com o destaque das personagens das atrizes na série. Enquanto Bernadette, interpretada por Melissa, acaba de ter um filho de Howard (Helberg), Sheldon (Parsons) está num relacionamento estável com Amy, que ja rendeu quatro indicações ao Emmy para Mayim.

Coincidentemente, a mesma situação aconteceu na série "Friends", em 2002. Na época, o elenco da atração, formado por Jennifer Aniston, Matt LeBlanc, Courteney Cox, Lisa Kudrow, David Schwimmer e Matthew Perry, recebia US$22 milhões por 22 episódios. Em dado momento da segunda temporada, os personagens de Jennifer Aniston e David Schwimmer ficaram mais destacados, e os atores passaram a receber mais.

No entanto, os outros atores da série não aceitaram a diferença salarial. Assim, na terceira temporada, todo o elenco voltou a receber a mesma quantia por episódio.

Fonte: Com informações do O Globo