Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Raul Gazolla diz ter sofrido quatro enfartes, mesmo com vida saudável

"Achei que estava sofrendo uma intoxicação alimentar, eu estava infartando", conta o ator em entrevista

Compartilhe

O ator Raul Gazolla, 64 anos, mesmo tendo uma vida de atleta e seguindo uma dieta saudável, revelou que já sofreu, por quatro vezes, enfarte. O ator desabafou sobre os problemas cardíaco nas redes socias.

Ele rememora que o primeiro caso ocorreu há dez anos, quando estava esperando um voo no aeroporto de São Paulo. 

“Estava no embarque, tinha acabado de participar do programa do Rodrigo Faro. Comecei a passar mal, a ficar tonto. Fui a um pronto-socorro mesmo do aeroporto e a médica tirou minha pressão: ‘Vamos internar o rapaz, porque a gente está perdendo ele’. Fui de ambulância para um hospital em São Paulo. Entrei na segunda-feira no hospital e sai na quinta, operado e com um stent no meu coração”, falou.

"Pensava que estava tendo uma intoxicação alimentar, mas não estava infartando", confessou ele que ficou sem compreender o diagnóstico. Fatores hereditários ou de estresse podem ter contribuído para a ocorrência da doença, segundo dizem os médicos. Os pais de Gazolla morreram com problemas de coração. 

No tocante ao caso da morte da sua mulher, a atriz Daniella Perez, ele reflete que "tem coisas que você não foge, uma delas é o estresse que a vida te faz. Tive alguns estresses na minha vida. Perdi a minha mulher assassinada e ela tinha 36 anos, ela tinha 22, e isso causa um estresse enorme. Perdi um sobrinho com 32 anos e isso pra mim também foi muito forte. Quando veio a conta, veio em forma de enfarte”.

A atriz Daniela Peres, filha de Glória Peres, assassinada em 1992- Foto: Reprodução/Facebook

Logo depois, o segundo caso ocorreu um anos depois, durante um treino de jiu-jitsu. O terceiro e o quarto enfartes foram registrados em 2012.

Rotina de exercícios físicos

Com foco em continuar a rotina de exercícios, Raul Gazolla percebeu que a ajuda viria depois de um acompanhamento profissional. “O médico disse que eu não podia passar dos 180 batimentos cardíacos enquanto tivesse treinando. Comecei a treinar controlado e fui treinar crossfit. Parei de tomar remédio para o coração, fiz uma alimentação regrada e com os novos exames, já estava melhor”, finaliza.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar