Vaza na internet suposto depoimento que Emilly deu à delegada

O documento vazou na noite desta terça-feira.

Vazou na noite desta terça-feira (2) o suposto depoimento que Emilly Araújo deu à polícia dias depois de sair do "BBB17", em que ela relata as agressões que sofreu de Marcos. No documento, a ganhadora do reality show contou como era seu relacionamento no programa com o cirurgião plástico, disse que no início Marcos era maravilhoso, atencioso e carinhoso, mas que foi mudando de comportamento durante o programa e que ele não a deixava mais demonstrar seu ponto de vista.

Em outro trecho, Emilly afirmou que confidenciou a Ieda que Marcos havia lhe causado lesões intencionais e que no dia seguinte a festa Retrô, que aconteceu no dia 1º, Emilly foi atendida pelo médico do programa, que constatou a lesão, porém ela não contou ao médico do programa o que teria provocado o ferimento.

"Emilly não lhe disse a causa, pois não queria prejudicar o Marcos. Que a partir daí tais apertões, beliscões e torções de punho, como demais constrangimentos, foram aumentando de intensidade, porém a declarante sempre perdoava Marcos, chegando a ter quatro términos do relacionamento com reconciliação, visto que este demonstrava arrependido de suas atitudes. E ela, muito apaixonada, o perdoava não se dando conta de que aquele relacionamento estava lhe fazendo mal”, diz um dos trechos do depoimento.

Emilly também relatou o dia em que o médico a encurralou na parede e apontou o dedo em seu rosto, momento que teve grande repercussão nas redes sociais. Por fim, o depoimento termina com a gaúcha dizendo que não irá solicitar medidas protetivas, “mas que está ciente de que poderá solicitá-la”.

A delegada Márcia Noeli, chefe da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher (DPAM)  que ouviu o depoimento de Emilly, foi procurada para saber a veracidade do documento. Ela respondeu que não saberia “informar se é verdadeiro, pois no momento não está com a cópia do inquérito”.


Fonte: Com informações da UOL
logomarca do portal meionorte..com