Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Vitão lembra pressão ao assumir relacionamento com Luísa Sonza

O ano de 2020 foi, certamente, um marco na carreira de Vitão.

Conhecido nacionalmente como Vitão, o paulistano Victor Ferreira, 21 anos, descobriu seu amor pela música ainda na infância. Mas foi aos 13 anos, em uma peça de teatro na escola, que percebeu seu talento para o canto. “Morria de vergonha da minha voz, o violão era onde eu conseguia me expressar de alguma forma”, conta. Filho de um cabeleireiro e uma advogada, começou a publicar vídeos na internet em 2016 com versões para músicas famosas. Cinco anos depois, seus videoclipes já somam 560 milhões de views.

O ano de 2020 foi, certamente, um marco na carreira de Vitão. Além de lançar seu primeiro álbum de estúdio, Ouro, viu sua vida pessoal virar alvo de haters na internet após parceria com a cantora Luísa Sonza na música Flores, lançada em junho. A química entre os dois nos bastidores da divulgação do trabalho resultou em namoro, assumido publicamente em setembro. 

Em bate-papo com Marie Claire, Vitão relembra sua trajetória, conta que foi preciso se afastar das redes sociais para cuidar de sua saúde mental diante dos ataques que recebeu, e fala sobre o futuro que planeja com Luísa. Prestes a lançar seu novo álbum, em maio, ele se diz mais maduro e pronto para revelar ao público sua nova versão. Vitão antecipa que três singles serão lançados antes do álbum - o primeiro previsto para começo de março. "A ideia é abordar temas relevantes através da música e usar minha influência para buscar reflexão e positividade".

Vitão lembra pressão ao assumir relacionamento com Luísa Sonza - Imagem 1

O INÍCIO

Desde a minha infância eu já sabia que queria viver de música, que isso era a minha vida mesmo. Mas, na minha cabeça, eu era só instrumentista, comecei tocando violão desde muito criancinha. Morria de vergonha da minha voz, era super tímido em todos os âmbitos, pra conversar, pra qualquer coisa. O violão era o momento onde eu conseguia me expressar de alguma forma. Com 13 para 14 anos teve uma peça de teatro na escola e o diretor, o Felipe, me propôs um desafio: "quero que você escreva um solo e cante". Eu já escrevia algumas coisas, mas nada que tivesse mostrado para alguém. Tinha uma namoradinha na época, escrevia algumas coisas sobre, sempre fui muito se sensível com essas coisas de relacionamento. Aí no primeiro momento foi 'meu Deus, será que eu consigo?'. Aquela dorzinha de sair da zona de conforto. Mas fiz, foram quatro dias de peça. Quando acabou eu tive total certeza de que eu queria seguir essa vida de compositor e cantor. Me senti muito diferente após isso, muito mais solto, mudou toda a minha ideia do que era eu como artista e comecei a me enxergar como cantor também.

TIMIDEZ

Eu sempre levava o violão pra escola e tocava, tocava na orquestra, todo mundo já me conhecia como o moleque que tocava violão. Mas eu nunca fui dos mais populares da escola porque eu nunca fui tão conversador, tão desenvolto pra chegar nas rodas de conversas. Eu sempre fui mais resguardado e muito mais observador do que falador. Sempre ouvi mais do que eu falei na minha vida inteira, sou assim até hoje. Eu tinha meus quatro amigos, que era a galera que eu andava diariamente e estão até hoje tão comigo.

SAÚDE MENTAL X HATERS

Esse tem sido um dos meus grandes desafios nos últimos meses. Não mantive a sanidade mental total em todos os momentos, eu vários me senti fraco, menor do que eu sou. É um peso muito grande, mas entendo também que é o lado complicado de escolher viver uma vida exposta, por querer ser artista. A fama traz essas coisas. Alguns momentos me fraquejou muito mentalmente, mas tenho aprendido a lidar cada dia mais, até porque eu tenho pessoas muito incríveis ao meu lado. A Luísa já passou muito por isso, não é a primeira vez que ela é atacada e ela tem me ajudado muito. Ela consegue me guiar em muitos momentos e criar um aconchego muito grande para mim. Minha família também me ajuda muito. Tenho feito terapia como nunca achei que ia fazer na minha vida (risos). Sem a terapia eu não estava aqui não. Além da minha família e da Luísa, tenho meus amigos que são incríveis e as pessoas que trabalham comigo. Estou muito cercado de gente muito boa, acaba criando uma blindagem. Além disso, eu meio que deixei de usar a internet nos últimos meses. Parei de viver a constância de olhar todos os dias. Antes de assumir namoro já me causava ansiedade. Rede social é algo que causa ansiedade. Foi o momento de deixar isso de lado e viver um pouco mais a minha vida pessoal, me focar mais no estúdio, escrever mais. Então tudo conspirou para o bem. Agora estou bem, aprendi a lidar com as coisas e me sinto bem melhor.

LUÍSA

Luísa representa força, de todas as maneiras. Força com ela própria quando é obrigada a enfrentar tanta coisa de frente, força para mim nos momentos em que me senti fraco e ela não me deixou cair, força para todas as mulheres que são injustiçadas diariamente e precisam se enxergar em alguém jovem, linda e destemida como ela. Além disso tudo, na minha vida ela é uma parte muito grande do significado de amor, a mulher com quem quero construir uma família e uma vida.

Luísa Sonza e Vitão para Marie Claire (Foto: Bruna Castanheira)Luísa Sonza e Vitão para Marie Claire (Foto: Bruna Castanheira)

AMADURECIMENTO

Meu primeiro disco, Ouro, contou como era minha vida até então. Eu tinha um relacionamento na época, foi meu primeiro ano de estrada, quando comecei a conhecer esse mundo. Comecei a viver alguns desses dilemas de me doar para o meu trabalho e ter que deixar algumas coisas de lado da minha vida pessoal. E esse meu segundo disco agora traz muito do ano de 2020, um ano de pandemia, que várias coisas aconteceram no mundo que eu vejo como momentos de renovação da população em geral. Muitas coisas aconteceram na vida de todo mundo. Eu acredito nessas paradas espirituais, energéticas. Foi um ano de muita mudança pra todo mundo. Na minha vida acho que foi o ano de mais mudança em todas as formas, espiritualmente, psicologicamente. Passei por coisas que não passava até então. Comecei um outro relacionamento muito diferente do que eu tinha vivido antes. Foi um momento onde eu tive realmente que me abrir para novas coisas, onde a minha vida está tendo que mudar demais e consequentemente as minhas músicas também. Esse disco novo traz toda a minha mudança pessoal, juntamente com a mudança que vi o mundo e as pessoas próximas a mim passando. Fui fazendo uma coletânea desses momentos e transformando em música.

Vitão lembra pressão ao assumir relacionamento com Luísa Sonza - Imagem 3

NOVO ÁLBUM

É o primeiro disco onde estou trazendo assuntos novos e a minha percepção das coisas sobre minha vida, que saem um pouco do mundo dos relacionamentos. Tem bastante amadurecimento pessoal. Com esse segundo disco eu gostaria de mostrar para as pessoas o quão pessoal é a minha arte. É algo que vem muito do meu interno e se eu me sento pra escrever é exatamente o que está dentro de mim naquele dia, é um vômito do que estou sentindo. Acho isso muito bonito, torna muito pessoal. Seria interessante as pessoas conhecerem, talvez nesse segundo trabalho fique mais claro. Lançar um disco é como se fosse um grande desabafo para o artista. É um respiro. Estou muito feliz com meu novo trabalho.

FUTURO

Meus sonhos são continuar expandindo meu trabalho dessa forma pessoal que ele tem, cada vez mais passar para as pessoas a mensagem que sinto que preciso, isso vai me levar para onde tiver que levar. Óbvio que eu quero estar nos grandes festivais, cantar ao lado dos meus ídolos: Djavan, Gilberto Gil, Caetano, Seu Jorge. Mas o que prego muito é continuar tendo essa música de forma pessoal. De vida pessoal, quero sempre continuar ajudando a minha família financeiramente e de todas as formas. Pretendo criar minha cachorrinha, constituir uma família mais pra frente. Pretendo cultivar o meu relacionamento como eu tenho feito. Ter uma vida em paz e tranquila vivendo paralelamente com o meu trabalho, que não é tão em paz e tranquilo assim, mas conseguir conciliar as duas coisas.

Vitão lembra pressão ao assumir relacionamento com Luísa Sonza - Imagem 4


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push
<