Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

"Os Espetaculares" é uma comédia sobre A Comédia

Dirigido por André Pellenz, de "Minha Mãe é uma Peça", e produzido por Silvia Fraiha, de "Vai que dá Certo", filme sobre os bastidores do stand-up chega às plataformas de streaming no dia 4 de setembro

"Os Espetaculares" é uma comédia sobre A Comédia
Os Espetaculares | Divulgação
Compartilhe

Com o lançamento - previsto inicialmente para salas de cinema - adiado desde junho, chega direto ao streaming, no dia 4 de setembro, "OS ESPETACULARES" que estará disponível no Apple TV, Now, Google Play, Youtube, Vivo Play e Sky Play. O diretor André Pellenz sai do set de filmagem remoto de seu último filme ("Fluxo") direto para seu primeiro "lançamento virtual": "Os Espetaculares" é uma comédia emotiva que conta a história de Ed Lima (Paulo Mathias Jr.), um temperamental e egocêntrico comediante de stand-up, e sua amorosa relação com o filho de 12 anos (o estreante DJ Amorim).

Para provar ao garoto que não é um artista fracassado, Ed, que trabalha como guarda noturno de um museu para pagar a pensão do filho, decide participar de um concurso de grupos de comédia, desafiando sua eterna incapacidade de trabalhar de forma coletiva. Para isso, ele precisa juntar um ex-comediante talentoso, mas que hoje só pensa em ser ator dramático (Rafael Portugal), uma jovem nerd que conta "piadas intelectuais" (Luísa Perissé), e o divertido, mas lunático, atendente de uma padaria (Victor Meyniel).

O grupo, nada harmônico, recebe o nome de "Os Espetaculares”, e logo surgem os conflitos, as diferenças e dúvidas de cada um. Costurado por apresentações de stand-up nos lugares mais insólitos, o filme revela os bastidores de quem tem a comédia como profissão, onde nem tudo é divertido e onde as melhores piadas nem sempre estão no palco.

Sobre o filme:

Fascinada pelo universo do stand-up, a produtora Silvia Fraiha começou planejando um documentário sobre o tema, mas que logo virou um filme de ficção. “O Stand Up é o recheio de brigadeiro do bolo. Realizar uma comédia onde os personagens são comediantes que entendem seu valor foi muito gratificante.“, diz ela.

O diretor André Pellenz, responsável por filmes de sucesso como “Minha Mãe é Uma Peça” e “Detetives do Prédio Azul”, entusiasmou-se imediatamente com a proposta, trazendo o roteirista Sylvio Gonçalves para o time. A motivação, segundo André, veio da própria experiência no gênero: "A produtora, o roteirista e eu fizemos algumas comédias. Decidimos então refletir sobre o ofício neste novo filme, baseados na convivência com os comediantes - uma gente rara, cheia de conflitos e muito carismática."

"Compor um personagem que não gosta de comédia foi um tremendo desafio, mas foi justamente isso que me atraiu para o filme", conta Rafael Portugal. Já Paulo Mathias afirma que "Sempre adorei trabalhar em grupo. Interpretar um sujeito que prefere trabalhar sozinho me permitiu explorar interessantes questões. Além disso, me senti como aquele vigia do "Noite no Museu", já que meu personagem começa a ficar maluco e contar piada para estátuas".

Além do elenco principal, que inclui Elisa Pinheiro como mãe do filho de Ed, o filme conta com a participação de comediantes reais de stand-up, além do cineasta Neville D'Almeida, num inusitado papel-chave para os rumos do filme. "Busquei compor um elenco diversificado, convidando desde atores consagrados a novíssimos e grandes talentos - além, é claro, do carismático DJ Amorim, o pré-adolescente em crise que move a história. A química entre novatos e veteranos é um dos grandes charmes do filme. A participação de Neville D'Almeida como ator funciona muito bem e sublinha a força da linguagem do cinema de longa-metragem", diz André Pellenz.

'OS ESPETACULARES’ foi rodado no Rio de Janeiro, no icônico bairro do Estácio, no Museu Nacional de Belas Artes e em diversos teatros. Com montagem de Marcelo Moraes, direção de fotografia de Léo Vasconcelos, direção de Arte de Rafael Cabeça e trilha sonora original de Caio Márcio Santos, o longa é distribuído pela California Filmes.

Sinopse 

Um comediante de stand-up egocêntrico precisa aprender a trabalhar em grupo para escapar da prisão e voltar aos palcos. Nessa trajetória se junta a uma Nerd, um sonhador e um lunático e descobre o valor da amizade.

Ficha Técnica:

Direção: André Pellenz

Produtora: Fraiha Produções

Produtora Criativa: Silvia Fraiha

Produtor Associado: André Pellenz

Produtoras Executivas:  Silvia Fraiha e Veruschka Bauerle

Roteiro: Sylvio Gonçalves.

Baseado no argumento original de André Pellenz, Gueminho Bernardes e Silvia Fraiha

Diretor de Fotografia: Léo Vasconcelos

Diretor de Arte: Rafael Cabeça

Trilha Sonora Original: Caio Márcio Santos

Elenco: Paulo Mathias Jr, Rafael Portugal, Luísa Perissé, Victor Meyniel, DJ Amorim, Elisa Pinheiro e Carlos Meceni. Participação Especial de Neville D’Almeida.

Sobre o Diretor:

Diretor e roteirista de cinema e TV, André Pellenz criou e dirigiu a série dramática "Natália", no NBC/Universal Channel, uma das primeiras a contar com uma protagonista negra e a discutir questões dos jovens na periferia.. No cinema, depois de alguns curtas-metragens, dirigiu "Minha Mãe é uma Peça", na mesma época em que foi diretor-geral de "220 Volts", programa que bateu vários recordes de audiência no canal Multishow.

Passou para os filmes de aventura com "Detetives do Prédio Azul", baseado na série de mesmo nome em que foi showrunner desde a concepção até a oitava temporada..

Também foi autor e diretor-geral da série de humor "Prata da Casa", na Fox, finalista do prêmio ibero-americano Fénix (no México), e recentemente escreveu e dirigiu o drama distópico "Fluxo" (em pós-produção).

Sobre a produtora:

A carioca Silvia Fraiha pode ser definida como uma produtora inquieta e versátil, que gosta de explorar vários gêneros do cinema. Entre os filmes que já produziu estão as comédias de sucesso "Vai que dá certo" e "Vai que dá certo 2", o premiado drama "Antes que eu me esqueça", o documentário "Virando Bixo" e o drama de ação "Verônica". Atualmente Silvia está produzindo o longa-metragem de animação infanto-juvenil, "Abá e Sua Banda", seu primeiro projeto multiplataforma.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar