Ainda suspenso, Ryan Lochte afirma: “Nunca mais volto ao Brasil”

Ele se envolveu em uma confusão nas Olimpiadas 2016.

Ryan Lochte não quer mais vir ao Brasil. Após se envolver em uma confusão durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto de 2016 e pegar uma suspensão de dez meses das competições, o nadador afirmou que “nunca mais quer estar no país”, em entrevista ao site norte-americano “TMZ Sports”.

“Não há chance de eu voltar ao Brasil”, disse o nadador, que segue suspenso até julho deste ano.

Na Rio-2016, Lochte criou uma grande polêmica, quando forjou um assalto à mão armada no Rio de Janeiro junto com outros três companheiros da seleção dos EUA. A polícia brasileira desconfiou da versão dos atletas e passou a investigar o caso. Imagens de uma câmera de segurança atestaram que o grupo, de fato, havia mentido. Na realidade, os atletas haviam se envolvido em uma briga com seguranças armados em um posto de combustíveis.

A Polícia Civil concluiu que não houve assalto, e os quatro acabaram admitindo a farsa. Por causa da confusão, a federação americana (USA Swimming) decidiu suspender o nadador das competições por dez meses.


Fonte: Extra
logomarca do portal meionorte..com