Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Ana Patrícia e Rebecca iniciam ano olímpico com título em João Pessoa

O Circuito Brasileiro 2019/2020 segue agora para Maceió (AL), entre os dias 12 e 16 de fevereiro, na Praia da Pajuçara.

Ana Patrícia e Rebecca iniciam ano olímpico com título em João Pessoa
Ana Patrícia e Rebecca faturam segunda medalha de ouro na atual temporada do tour brasileiro | Wander Roberto/Inovafoto/CBV
Compartilhe

O público paraibano apaixonado pelo vôlei de praia testemunhou na manhã deste domingo (26.01), na capital João Pessoa (PB), o título de Ana Patrícia e Rebecca (MG/CE) na primeira competição de 2020. A dupla, que já está com a vaga garantida para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 assegurada, venceu, na decisão da quarta etapa do Circuito Brasileiro Open 2019/2020 a nova dupla formada por Talita/Carol Solberg (AL/RJ) por 2 sets a 1 (21/19, 19/21 e 15/8), em 1h16, na arena montada na Praia do Cabo Branco.

O Circuito Brasileiro 2019/2020 segue agora para Maceió (AL), entre os dias 12 e 16 de fevereiro, na Praia da Pajuçara. A competição nacional conta com sete etapas, restando além de Maceió (AL), paradas nas cidades de Aracaju (SE) e Arraial do Cabo (RJ).

Esta é a segunda medalha de ouro da dupla na atual temporada do tour brasileiro. Elas venceram em Cuiabá (MT), em outubro de 2019, e já haviam ficado com a prata na etapa inaugural, em setembro, em Vila Velha (ES). Com isso, lideram o ranking do Circuito Brasileiro 19/20 com 1.160 pontos somados. Após a vitória na final, Ana Patrícia comentou sobre o sentimento neste início do ano tão importante para a dupla.

“Começar o ano olímpico, o mais importante das nossas vidas, sendo campeãs, só nos dá ainda mais ânimo, vontade de estar bem preparada. Estamos com esse foco de querer crescer ainda mais, evoluir, para chegar em Tóquio jogando bem, com um bom ritmo. Foi nosso primeiro título nesta cidade especial, o que é motivo de alegria também", disse a bloqueadora.

Ana Patrícia e Rebecca voltam a disputar um torneio do tour nacional depois de quase três meses. Elas não participaram da última parada de 2019, em Ribeirão Preto (SP), para anteciparem as férias depois da corrida olímpica. Agora, em início de preparação, as duas mostraram que o entrosamento de dois anos de parceria pode ser a chave para superar os momentos mais adversos, como as dores sofridas por Ana Patrícia antes da final.

"Desde a etapa de Cuiabá eu venho sentindo alguma dor na lombar, estou tratando e evoluindo. Fiquei na dúvida se jogaria, mas sendo em João Pessoa quis atuar, é uma cidade especial, são trinta edições neste ano. É natural do atleta jogar com dor em alguns momentos, acontece, mas felizmente deu certo. Fomos na base da superação. Rebecca tomou conta do jogo, me ajudou demais cobrindo muitas áreas. Estou muito orgulhosa do que apresentamos e da nossa união”, completou Ana Patrícia.

Rebecca chamou a atenção para o condicionamento da dupla que ainda está em início de preparação depois das férias. A atleta cearense comentou sobre a alegria de jogar na capital paraibana e o apoio mútuo dentro de quadra como uma das forças do time.

“Não quisemos tirar João Pessoa de nosso calendário, é sempre especial jogar aqui, na última passagem por aqui tínhamos ficado em terceiro. Estamos felizes em nos superarmos mais uma vez, não estamos em nossa melhor forma, tem apenas duas semanas que voltamos a treinar. Infelizmente a Ana sentiu um pouco as costas e eu me concentrei ao máximo para poder ajudá-la dentro de quadra. Estivemos juntas o tempo todo e deu certo mais uma vez”, disse.

A campanha da dupla em João Pessoa - onde nenhuma das duas havia conquistado uma etapa - contou com seis vitórias em seis jogos e apenas um set perdido, na decisão.


Bronze

Fernanda Berti e Taiana (RJ/CE) reestrearam a parceria conquistando o bronze em João Pessoa. A dupla venceu Josi/Juliana (SC/CE) por 2 sets a 0 (21/19 e 21/17), em 44 minutos, na disputa pela terceira posição. Após a vitória, Fernanda Berti comentou sobre o entrosamento quase natural com a parceira e elogiou a participação da torcida paraibana, que sempre tem destaque na arena lotando todas as fases do torneio.

“Temos uma sintonia natural, a gente se completa, se entende muito fácil. Além de a Taiana ser uma grande jogadora, temos uma ótima química. A competição foi bem difícil, não estamos ainda no melhor da nossa forma, treinamos pouco tempo juntas, e o calor aqui é demais. Mas quando a gente entra na arena com as arquibancadas lotadas e sente a energia do público isso motiva a gente”, disse Fernanda.

O Circuito Brasileiro 19/20 conta com sete etapas, três realizadas no segundo semestre de 2019, e quatro que acontecem neste primeiro semestre de 2020. A estreia do tour aconteceu em Vila Velha (ES), em setembro, com ouro para Ágatha/Duda (PR/SE) e André Stein/George (ES/PB). Em Cuiabá, no mês de outubro, os títulos ficaram com Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e Alison/Álvaro Filho (ES/PB). Ribeirão Preto (SP) sediou a etapa de novembro, com ouro para Talita/Taiana (AL/CE) e Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF).

A próxima parada será em Maceió (AL) entre os dias 12 e 16 de fevereiro. Depois a competição também passará por Aracaju (SE) e Arraial do Cabo (RJ).

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. A competição distribui R$ 46 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos mais de R$ 500 mil por etapa.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar