Após 5 meses de férias com a família, Cuca volta ao Palmeiras

Família recarrega Cuca para seu retorno ao Palmeiras

Um pedido da família para que ele ficasse perto foi a razão principal para Cuca não renovar contrato com o Palmeiras em dezembro passado. Mas, depois de cinco meses de férias, a ideia de deixar Curitiba e trabalhar novamente no clube onde foi campeão brasileiro em 2016 foi bem aceita. Inclusive pelos próprios familiares. Resultado: um contrato até o fim de 2018 com o Verdão.

Image title

No período sem trabalho, apesar da intenção inicial de visitar centros maiores do futebol mundial, o técnico priorizou curtir a esposa e as duas filhas. Com elas, divertiu-se de kart, lancha, navio, descansou... Ainda aproveitou para rever velhos amigos, com quem jogou bola e baralho – ele é fã de truco e todo tipo de carteado italiano.

Com a demissão de Eduardo Baptista após a derrota para o Jorge Wilstermann, na Bolívia, o nome de Cuca passou a ser o mais comentado no Palmeiras. Era até natural. E o acerto foi rápido. Menos de 24 horas depois, o Palmeiras anunciou em seu site oficial o retorno do campeão brasileiro.

Cuca está com as energias recarregadas, disposto e ansioso para voltar ao trabalho. Além de tudo, chega em alta e requisitado pela torcida (veja aqui a repercussão nas redes sociais). De acordo com o Verdão, ele assinará contrato e será apresentado na próxima terça-feira.

O empresário dele foi sondado também pelo Changchun Yatai, clube chinês que demitiu treinador no início da semana. Mas, para Cuca interromper as férias, a preferência dele e da família era permanecer no Brasil, até porque ele será avô daqui a pouco mais de um mês. Além disso, o Palmeiras se reforçou ainda mais para esta temporada, tendo a Libertadores como prioridade.

As conversas entre as partes foram resolvidas ao longo da última sexta-feira, e a Crefisa, patrocinadora do Palmeiras, se dispôs a bancar parte do salário do treinador.

No novo contrato, até o final de 2018, ele deverá receber mais do que ganhou mensalmente entre março e dezembro para tirar o clube de uma fila de 22 anos sem título brasileiro, muito embora o Palmeiras, em sua nota oficial, tenha escrito que o contrato será "nas mesmas condições do anterior". Terça-feira, então, é o dia do reencontro de Cuca com seu novo elenco, ainda mais recheado de estrelas e de pressão por títulos.

Fonte: Com informações do Globoesporte.com