Após gol de Jô, árbitro de vídeo é citado por Zé Ricardo e Rueda

O gol de Jô foi polêmico por ter feito com o braço.

O polêmico gol de braço feito pelo atacante Jô, do Corinthians, na vitória por 1 a 0 em cima do Vasco, pelo Campeonato Brasileiro, rendeu assunto em duas coletivas distintas. O técnico Zé Ricardo, do Cruz-Maltino, levantou o assunto sobre o uso do árbitro de vídeo, que na Europa tem sido recorrente nos principais campeonatos.

O comandante citou que assistiu ao duelo entre Udinese x Milan, pelo Campeonato Italiano, disputado horas antes de Corinthians e Vasco, para defender o uso do recurso aprovado pela Fifa.

- O gol é o fato do jogo. O Corinthians poderia ter até vencido com outros lances que criou, mas o fato é o que o gol foi irregular. Hoje de manhã, vendo Udinese x Milan, Udinese fez 1 x 0, em 30 segundos foi resolvido. Os jogadores do Milan pediram, viram o lance e o gol foi anulado. Aqui tem árbitro de linha, bandeira. Percebi que o gol tinha sido irregular antes de qualquer comentário – comentou o treinador vascaíno.

 (Crédito: Edilson Dantas / O Globo)
(Crédito: Edilson Dantas / O Globo)

O mesmo assunto foi parar na coletiva de imprensa de Reinaldo Rueda, após o Flamengo vencer o Sport por 2 a 0, na Ilha do Urubu. O colombiano afirmou que a favor do recurso eletrônico no futebol.

– É preciso preparar muito bem os nossos jogadores, porque há situações que os árbitros não podem observar e aí teriam uma equipe para tomar decisões. No Mundial, marcaram uma falta de Berrío contra o Kashima (estavam no Nacional). É importante ser muito preciso – disse Rueda na sua coletiva.

Fonte: Com informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com