Árbitro do dérbi reconhece erro e cartão de Gabriel é anulado

Thiago Duarte Peixoto expulsou volante Gabriel de forma equivocada

A vitória do Corinthians sobre o Palmeiras por 1 a 0 com gol de Jô, na noite desta quarta-feira, na Arena Corinthians, ficou marcada pelo erro do árbitro paulista Thiago Duarte Peixoto, que expulsou o volante Gabriel de forma errônea ainda no primeiro tempo.


Apesar de deixar o gramado no intervalo convicto que havia feito o certo, Thiago Duarte, após a partida, resolveu se defender. Com a voz trêmula e os olhos vermelhos, o árbitro  admitiu que errou ao confudir o camisa 5 com Maycon, outro corintiano, e que realmente fez a falta.

Retificação na súmula

Na manhã desta quinta-feira, o árbitro entregou à Federação Paulista de Futebol (FPF) uma retificação, escrita de próprio punho: "Após a partida, em análise de vídeo, constatei que o atleta a ser advertido, por cartão amarelo, por segurar seu adversário impedindo um ataque promissor é o atleta de nº 30, sr. Maycon (…) e não o atleta de nº. 5, sr. Gabriel (…), que recebeu o segundo cartão amarelo sendo expulso".

Além disso, o Corinthians entrou com efeito suspensivo do cartão e, após análise do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), a entidade paulista anulou o segundo cartão amarelo e o cartão vermelho do volante Gabriel, e ele está apto para entrar em campo na próxima rodada, contra o Mirassol. 

Fora isso, o presidente do TJD, Antonio Olim, afirmou que o zagueiro Vitor Hugo, do Palmeiras, que deu uma cotovelada proposital em Pablo, defensor corintiano, será notificado e pode ser punido, mesmo não havendo registro do incidente na súmula da partida.

Image title

Fonte: iG