Atacante que Cruzeiro procura pode estar no clube

Negociação de Wellington Paulista para o Catar trava e atacante ganha força no clube



Enquanto a ?novela? sobre quem será o dono da camisa 9 do Cruzeiro no Campeonato Mineiro continua, um desfecho caseiro pode acelerar o seu capítulo final. Dada já como certa pelos dirigentes celestes, a negociação envolvendo Wellington Paulista e o Al-Rayyan, do Catar, ?melou? e o atacante desistiu do futebol árabe. A falta de um acordo salarial e problemas burocráticos encerraram a transação. Se outra proposta não seduzir a diretoria cruzeirense, Paulista deve comandar o ataque ao lado de Thiago Ribeiro.

Além do valor dos salários, o Comitê Olímpico do Catar vetou a transferência de Wellington Paulista ao Al-Rayyan. Segundo o diretor de comunicação do Cruzeiro, Guilherme Mendes, os times locais apresentam um orçamento prévio, com o qual trabalham no restante da temporada.

- O Al-Rayyan já utilizou todo esse orçamento. Então, eles não podem incluir mais um jogador.

O dirigente, porém, lembrou que equipes da Europa ? a Udinese, da Itália, seria uma delas ? manifestaram interesse em levar o atacante e, por isso, não descartou outro negócio.

Durante os treinamentos de terça-feira (18), Wellington Paulista correu ao lado do recém-contratado Leandro Guerreiro e afirmou ter se recuperado de um estiramento na panturrilha esquerda. Porém, ele acha prematuro entrar em campo durante a partida amistosa do próximo domingo (23), às 17h, contra o Uberlândia, no Parque do Sábia. Para o compromisso de estreia do Campeonato Mineiro, contra a Caldense, no dia 30, ele acredita que poderá estar em campo.

Apresentação adiada

O Cruzeiro confirmou o adiamento da apresentação do atacante Ortigoza da tarde de terça-feira para a de quarta-feira (19). O reforço paraguaio foi submetido a uma série de exames médicos e, finalmente, vai vestir a camisa azul. Ortigoza, que já defendeu o Palmeiras, estava no Ulsan Hyundai, da Coreia do Sul.

Fonte: R7, www.r7.com
logomarca do portal meionorte..com