Autor de escultura polêmica de Cristiano Ronaldo se defende

'É impossível agradar a todos', disse o artista

Como se um aeroporto com seu próprio nome fosse pouco, Cristiano Ronaldo também serviu de modelo para um busto de bronze, exposto no local. Após receber críticas a respeito da estátua polêmica, o artista responsável decidiu se pronunciar e garantiu que o astro do Real Madrid deu o selo de aprovação antes de a obra ser oficialmente revelada.

O escultor Emanuel Santos, natural da Ilha da Madeira, foi escolhido para recriar a imagem do jogador, eleito melhor do mundo quatro vezes pela Fifa. Depois de três semanas de trabalho, o artista enviou o busto para o continente, para ser finalizado.

Na última quarta-feira, o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, inaugurou a obra, que ficará permanentemente em exposição na entrada do Aeroporto Cristiano Ronaldo da Ilha da Madeira. O problema é que logo após a revelação da peça, fãs do mundo todo inundaram as redes sociais com críticas, reações negativas ou até mesmo engraçadas, dizendo que o rosto esculpido lembrava mais o do ex-atacante Niall Quinn, da Irlanda, do que o do atleta português.

Cristiano Ronaldo esteve na inauguração do nome do aeroporto. E de seu busto polêmico (Crédito: Getty)
Cristiano Ronaldo esteve na inauguração do nome do aeroporto. E de seu busto polêmico (Crédito: Getty)

Santos, porém, insistiu que ficou satisfeito com sua criação. "É impossível agradar a todos", disse. "É uma questão de gosto, então não é tão simples quanto parece. O que importa é o impacto que este trabalho gerou. Sempre existe a possibilidade de fazer a diferença e eu estava preparado para isso", continuou.

O artista também explicou sua metodologia de trabalho. "Usei como base algumas fotos de Cristiano que encontrei na internet, nada específico. Coloquei as fotos ao meu redor e comecei a trabalhar no busto", contou.

Apesar das críticas, o ídolo do Real lidou de maneira tranquila com o resultado. Santos, entretanto, insistiu que fez a arte com a bênção do atacante de 32 anos, depois de algumas pequenas alterações.

"Cristiano viu as fotos que seu irmão o enviou. Eu estava com o irmão dele no museu de Cristiano, em Madeira, e pelas mensagens que ele mandou, dá para dizer que ele gostou do que viu", revelou Emanuel Santos.

"Ele me pediu apenas para mudar algumas rugas em seu rosto, que lhe conferem certa expressão quando está prestes a rir. Ele disse que as rugas o faziam parecer mais velho, por isso me pediu para amaciá-las e deixa-lo com uma aparência mais jovem. Mas eles me deram o sinal verde para prosseguir; eles gostaram do que viram", finalizou o escultor.

Fonte: Com informações da Espn
logomarca do portal meionorte..com