De olho na partida decisiva da próxima terça-feira contra o Athletico-PR, em casa, pela semifinal da Copa Libertadores, o Palmeiras entrou em campo contra o Red Bull Bragantino, neste sábado, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), com um time quase todo reserva e sofreu para conseguir um empate por 2 a 2, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado pode ser considerado bom pelas circunstâncias do jogo, pois chegou a estar perdendo por 2 a 0 e depois obteve a igualdade com o gol do uruguaio Merentiel, mas permite ao Flamengo, seu maior perseguidor pela liderança, diminuir um pouco mais a vantagem alviverde.

Bragantino amplia no início do jogo e Palmeiras empata custando a liderança - Imagem 1

Agora com 51 pontos, vindo de três empates seguidos, o Palmeiras pode ver o Flamengo se aproximar ainda mais caso derrote o Ceará, neste domingo de manhã, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. O time rubro-negro está com 43 e vem de vitória sobre o Botafogo. 

Já o Red Bull Bragantino sobe para o 10º lugar com 32 pontos, bem distante tanto da zona de rebaixamento como da faixa de classificação à próxima edição da Libertadores. Mas pode perder posições em caso de vitórias de Goiás e Fortaleza contra Santos e Botafogo, respectivamente. 

Agora o Palmeiras volta as suas atenções para a Copa Libertadores. Nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasilia), enfrenta o Athletico-PR, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, pela rodada de volta das semifinais - na ida, em Curitiba, perdeu por 1 a 0. Pela 26ª rodada do Brasileirão, o próximo compromisso será contra o lanterna Juventude, no próximo sábado, às 21 horas, também como mandante.

Pela competição nacional, o Red Bull Bragantino voltará a campo nesta quarta-feira, feriado nacional da Independência, às 17 horas, contra o Atlético-MG, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

O jogo

Com um time praticamente todo reserva - apenas Weverton, Danilo e Gustavo Scarpa começaram jogando -, o Palmeiras teve uma natural dificuldade em campo. Com mais posse de bola, o Red Bull Bragantino pressionava, mas não conseguia finalizar. Tanto que a melhor chance até os 20 minutos foi do Verdão com Flaco López, que Cleiton espalmou.

A partir daí, o Red Bull Bragantino melhorou sua efetividade no ataque e conseguiu fazer dois gols. Aos 24 minutos, Artur cruzou da direita, Aderlan desviou na primeira trave e Luan Cândido chegou tocando para a rede. Formando no Palmeiras, o lateral esquerdo fez o seu sétimo gol no Brasileirão e o nono na temporada.

Um pouco depois, aos 35 minutos, após bate e rebate no meio de campo, Artur disparou pela direita, puxou a bola para o meio e chutou rasteiro de fora da área no canto esquerdo de Weverton. Mais uma vez a lei do ex apareceu em campo.

Em desvantagem, o Palmeiras passou a pressionar nos minutos finais da etapa e no último lance, aos 48 minutos, conseguiu diminuir. Scarpa cobrou o escanteio rasteiro para Vanderlan, que cruzou de primeira e contou com a ajuda de Cleiton, que saiu mal e socou para dentro do gol.

No segundo tempo, o Verdão começou melhor ao fazer uma marcação mais alta na saída de bola do Red Bull Bragantino. Rondou mais a meta de Cleiton, mas foi o time da casa que teve a primeira oportunidade real de gol. Aos 14 minutos, Aderlan fez linda jogada pela direita e rolou para Artur, que bateu e teve o gol impedido por um desvio de Luan. No rebote, Alerrando encheu o pé da entrada da pequena área, mas a bola subiu muito.

Ainda antes da metade da segunda etapa, o técnico português Abel Ferreira já havia feito as cinco substituições no Palmeiras. Entraram em campo titulares como Dudu, Zé Rafael e Rony, mas foi um outro atacante, o uruguaio Merentiel, que saiu do banco de reservas para salvar o time. Aos 25 minutos, Luan deu um ótimo lançamento nas costas da zaga rival, o centroavante dominou na entrada da pequena área e, sem deixar a bola cair, bateu para o fundo do gol. Foi o seu primeiro com a camisa do Verdão.

O gol de empate animou o Palmeiras, que por pouco não conseguiu a virada com Dudu, que cabeceou por cima, rente ao travessão. Mas o Verdão também tomou alguns sustos, bem controlados por sua defesa.

Fonte: Gazeta Esportiva