Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Brasil leva primeira medalha de ouro em mundial de esgrima

Nathalie Moellhausen se emociona com primeiro ouro da esgrima brasileira.

Compartilhe
Google Whatsapp

Nathalie (Foto: Flávio Florido/Exemplus/COB)

Na tarde desta quinta-feira, a italiana naturalizada brasileira Nathalie Moellhausen venceu o primeiro ouro do Brasil na história do Mundial de Esgrima. Emocionada após o feito, a atleta falou sobre a importância de trazer o resultado para o país e desenvolver o esporte em solo brasileiro. Informações da Gazeta Esportiva.

“Eu fiquei em sexto lugar no Rio-2016. Represento o Brasil há cinco anos, é um grande desafio para mim, eu não parei depois das Olimpíadas porque eu queria fazer um resultado para o Brasil, e mostrar para o Brasil que eu estou aqui para eles, e não para conseguir um caminho fácil para ganhar”, declarou Nathalie para a Federação Internacional de Esgrima.

"O time brasileiro e os brasileiros no geral são os melhores torcedores. Eu lembro que nas Olimpíadas o ginásio parecia um estádio de futebol, era tão animador. E eles são novos, é um time novo, e eu queria ser um exemplo, e talvez ajudar a desenvolver a esgrima no Brasil, então sei que eles estão felizes por mim e foi uma grande emoção para mim”, completou.

A atleta também comentou sobre uma etapa difícil de sua vida, que a motivou para se preparar para o Mundial. “Eu perdi meu pai no ano passado e ele sempre me dizia que a vida é mágica. Ele me dizia para nunca desistir, nunca, nunca, nunca desistir na vida, que ela é mágica. O que está acontecendo é que eu nunca desistir porque eu queria mostrar para ele que eu poderia vencer porque ele sempre acreditou em mim, isso é para ele, lá no céu”, contou.

A esgrimista conquistou o ouro do Mundial em Budapeste, na Hungria, na categoria individual de espada feminina ao vencer na final a chinesa Sheng Lin por 13 a 12 no golden point. Nathalie chegou ao Mundial na 22ª posição do ranking feminino da esgrima vai subir algumas posições com o título mais importante da carreira. Sua adversária na final, a chinesa Sheng Lin era a 13ª do mundo e também deve subir com o vice-campeonato. A ucraniana Olena Kryvytska e a honconguesa Vivian Kong ficaram com o bronze.

“Eu gostaria de agradecer o presidente da federação internacional porque ele me escreveu os segredos dele para o sucesso, que são: confiança, modéstia, calma e paciência, e eu adicionei um que foi coragem, e este foi o meu segredo hoje”, completou.



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×