Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Campeonato Sub-18 de Atletismo começa nesta sexta com 600 atletas

Este ano, atletas da categoria sub-16 poderão competir, mas os resultados não serão válidos para ranking nacional

Campeonato Sub-18 de Atletismo começa nesta sexta com 600 atletas
Atletismo | Wagner Carmo/CBAt
Compartilhe

Wagner Carmo/CBAt

Mesmo com todas as dificuldades impostas pela pandemia da COVID-19, o Campeonato Brasileiro Caixa Sub-18 de Atletismo recebeu a inscrição de 600 atletas, representando 102 clubes de 21 Estados e do Distrito Federal. O evento, o segundo nacional da temporada 2020, será disputado de sexta-feira (20/11) a domingo (22/11), no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista (SP). A competição terá transmissão ao vivo pelo Youtube da CBAt .

Toda a competição seguirá protocolos rígidos sanitários como o uso obrigatório de máscaras, a disponibilização de álcool gel e a medição da temperatura corporal na entrada do CNDA, entrega de máscaras para atletas na saída da pista após as provas, com o próprio atleta pegando a sua medalha na premiação, distanciamento entre os atletas na câmara de chamada entre outras medidas, como o uso exclusivo da pista indoor para o aquecimento apenas para os inscritos em cada uma das seis etapas.

Vários atletas de destaque da categoria estão confirmados, depois do fechamento das inscrições, ocorrido nesta segunda-feira (16/11) pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). Um exemplo é Marina Severina Pereira de Siqueira (CASO-DF), de 17 anos, inscrita nos 200 m e nos 400 m. Ela ganhou os 400 m no Brasileiro Sub-20, com 57.51, no início de novembro e surge como favorita. “Ela está muito bem e deve brigar pelo pódio”, disse o treinador João Sena. “Temos outros candidatos como Thiago Henrique Lopes (800 m e 1.500 m), Gabriela Almeida e Isaac Andrade (ambos na marcha) e Amanda Silva (1.500 m e 2.000 m com obstáculos).”

Já a ABDA (SP), vice-campeã do ano passado, em Porto Alegre, tem como atrações Ana Cecília de Oliveira, líder do ranking brasileiro sub-18 nos 100 m e 200 m, provas em que conquistou medalhas de prata no Brasileiro Caixa Sub-20. O treinador Neto Gonçalves aposta ainda em Diogo Pereira (100 m e 200 m), além de Ana Beatriz Trajano, medalha de prata na Copa do Brasil Caixa de Cross-Country no Sub-18, nos 1.500 m e 3.000 m.

Nos 400 m, João Henrrique Ribeiro Barros (ASPMP-SP) busca o bicampeonato. Ele lidera o ranking da categoria, com 48.46, marca obtida em fevereiro de 2020, em Bragança Paulista. No Brasileiro Caixa Sub-20, o atleta nascido em Aliança de Tocantins (TO), ficou com a medalha de bronze, com 48.53.

“Minha expectativa para a competição é a melhor possível. Estou bem fisicamente e espero um belo resultado. Vou buscar o bicampeonato”, disse o atleta de 17 anos, que começou no atletismo há apenas dois anos e treina com Luiz Gustavo Consolino, em Pindamonhangaba.

Já no Balneário Camboriú (SC), o treinador Diogo Gamboa, destaca dois atletas: Victor Augusto Carpeggiani e Heron Rodrigues Miranda, que foram medalhas de bronze no Brasileiro Sub-20 nos 800 m (1:53.31) e nos 10.000 m marcha atlética (47:28.08), em Bragança Paulista. Victor é o primeiro colocado no ranking da categoria nos 1.500 m (4:00.64) e Heron lidera a lista nacional, com o tempo obtido no Sub-20. (Fonte: CBAT)



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar