Capello afirma que Guardiola será presidente do Barcelona

Guardiola está treinando o terceiro time na sua carreira.

O técnico Pep Guardiola surpreendeu a todos nesta semana ao afirmar que fim da sua carreira como técnico está cada vez mais próximo. Em entrevista à rede “NBC”, o treinador do Manchester City disse que “não seria treinador com 60 ou 65 anos”. Após as declarações do comandante, o técnico Fabio Capello, companheiro de profissão do espanhol, afirmou que já sabe o que ele irá fazer quando deixar o banco de reservas: ser presidente do Barcelona.

“Eu creio que o Guardiola deve ter uma ideia em mente. Creio que ele voltará ao Barcelona como presidente”, disse Capello.

Se retornar como cartola, Guardiola seguiria dentro do futebol, mas em uma terceira função diferente, já que foi jogador antes de se tornar treinador. Inclusive vestiu a camisa do Barça ao lado de Luis Enrique, atual comandante do time catalão.

Na entrevista à rede “NBC”, o espanhol de 45 anos explicou o seu pensamento sobre aposentadoria.

"Quero imaginar que o próximo passo será o melhor. Caso contrário, não estarei aqui. No momento em que sinta isso, e estou um pouco nesse processo, é o fim da minha carreira. Não vou ser treinador com 60 ou 65 anos", afirmou o comandante, em declarações à rede “NBC”.

Guardiola está treinando o terceiro time na sua carreira, e tem no currículo passagens pelo Barcelona e Bayern de Munique, além do Manchester City. O espanhol deixou claro que vai cumprir o contrato com o time inglês e que, após se aposentar, vai jogar golfe.

"No Manchester City estarei três anos ou mais tempo, mas estou me aproximando do final da minha carreira como treinador. Estou seguro disso. Depois, se quiserem me encontrar, eu estarei a jogar golfe", disse.

Fonte: Com informações do Extra