Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Clássicos estaduais vão marcar Séries A e B do Brasileirão

Em 2020, o estado de São Paulo será o mais numeroso com cinco representantes

Clássicos estaduais vão marcar Séries A e B do Brasileirão
| Flamengo/ Divulgação / Estadão
Compartilhe
Google Whatsapp

A definição do Cruzeiro como último rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro do ano que vem, na rodada deste domingo, configurou a nova geografia da elite do futebol nacional. Entram Bragantino, Sport, Coritiba e Atlético-GO. Em contrapartida, saem Avaí, CSA, Chapecoense e o próprio Cruzeiro. Com isso, vários estados terão clássicos locais, pois conseguiram reunir dois representantes. São os casos do Paraná (Coritiba x Atlético-PR), Goiás (Goiás x Atlético-GO) e Ceará (Fortaleza e Ceará). O Rio Grande do Sul se mantém com dois grandes times. Informações do site Terra

Em 2020, o estado de São Paulo será o mais numeroso com cinco representantes. Embora tenha corrido risco de perder um grande em 2019, Rio de Janeiro permanece com quatro times (Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo). O grande ausente será Santa Catarina que perdeu Chapecoense e Avai para a Série B. É a primeira desde o início dos pontos corridos que o futebol catarinense estará fora da elite.

A volta do Bragantino depois de 22 anos é a grande novidade para o próximo ano. Campeão brasileiro da Série B (1989), dono do título paulista (1990) e vice-campeão brasileiro (1991), o time de Bragança não disputava a primeira divisão desde 1998, quando acabou rebaixado. Depois de vários anos de disputa da Série B, inclusive com uma queda para a Série C, o time começou a se reerguer a partir de 2005. Hoje, o departamento de futebol é gerido pela Red Bull em um modelo de co-gestão.

O futebol nordestino mantém a representatividade de quatro times. O rebaixamento do CSA foi compensado com o retorno do Sport, vice-campeão da Série B deste ano. Por outro lado, o futebol catarinense teve Chapecoense e Avaí rebaixados.

O adversário a ser batido por todos obviamente é o Flamengo, campeão nacional e da Libertadores e que conquistou recorde de pontos no Brasileiro de 2019. Independentemente da permanência do técnico Jorge Jesus e do artilheiro Gabriel Barbosa, a equipe tem força para tentar iniciar uma hegemonia no futebol nacional.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se