Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Clubes debatem retomada do Gauchão

Proposta feita pelo Inter há algumas semanas ganha força para finalizar competição

Clubes debatem retomada do Gauchão
| Internacional / Divulgação
Compartilhe

O Campeonato Gaúcho deve ser finalizado com um número reduzido de sedes a partir do seu retorno no dia 15 de julho. E a proposta feita para os jogos serem realizados na estrutura da dupla Gre-Nal, em Porto Alegre, e em mais um estádio da Região Metropolitana ganha força em debates entre dirigentes. Informações do site GloboEsportes.com

Assim, as últimas três rodadas da fase classificatória podem ser disputadas na Arena e no CT Luiz Carvalho, do Grêmio, no Beira-Rio e no CT Parque Gigante, do Inter, e no Estádio do Vale, casa do Novo Hamburgo. Todos os jogos seriam sem público, com portões fechados.

Inter e Novo Hamburgo confirmam a possibilidade, enquanto o Grêmio diz que são "possibilidades noticiadas", mas ainda sem confirmação da Federação Gaúcha de Futebol (FGF).

A proposta foi feita pelo 1º vice-presidente do Inter, João Patrício Herrmann, há um mês. Mas ganhou força a partir dos últimos dias em debates internos em um grupo de aplicativo de mensagens dos dirigentes dos clubes do Gauchão.

Nesta segunda-feira, o presidente da FGF, Luciano Hocsman, se reuniu com o secretário de Esporte e Lazer, Francisco Vargas, para tratar do retorno do campeonato. Houve uma mudança na pasta recentemente e o encontro também serviu para uma aproximação entre as parte.

Na reunião, foi proposta a possibilidade de reduzir as sedes para diminuir os deslocamentos das equipes. A ideia é manter as equipes concentradas até o fim do segundo turno.

— Existe uma possibilidade de diminuirmos os deslocamentos. Estamos trabalhando no sentido de fazer com que o menor número de delegações transitem e (o campeonato) seja jogado em cidades adequadas. Temos várias regiões em debate — explicou Hocsman ao GloboEsporte.com após o encontro.

Divergências

Há algumas divergências internas. Mas o Pelotas, por exemplo, aceita a ideia se houver hospedagem e alimentação garantidas, sem custos. São Luiz, de Ijuí, era contra a redução de sedes há um mês, assim como o Brasil de Pelotas. Os dois clubes não responderam aos contatos da reportagem.

A Federação agora aguarda uma nova reunião com o governador Eduardo Leite e com os representantes da Secretaria da Saúde para dar andamento ao processo de retorno do futebol.

Inter e Grêmio esperavam retomar atividades coletivas nesta terça-feira, mas o prefeito Nelson Marchezan freou as liberações em Porto Alegre após aumento da ocupação dos leitos de UTI na capital.

O Campeonato Gaúcho foi suspenso no dia 16 de março, na terceira rodada do segundo turno, e pode ser retomado a partir do dia 15 de julho, se houver consentimento do governo estadual.

A tabela aponta para um retorno cheio de clássicos, com Gre-Nal, Ca-Ju e Bra-Pel. São necessárias mais sete datas para a conclusão do campeonato. Ou cinco, caso o Caxias, campeão do primeiro turno, conquiste também o segundo.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar