Conmebol discute dar vaga à Chapecoense da Libertadores 2017

Há proposta de que a Chapecoense seja campeã da Sulamericana.

A cúpula da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) já discute confirmar a Chapecoense na Libertadores de 2017, independentemente do que for decidido sobre a final da Copa Sul-Americana. O avião que levava a delegação para o primeiro jogo da decisão caiu próximo a Medellin, na Colômbia, e a maior parte dos ocupantes morreu.

Os principais dirigentes da entidade se dirigiam nesta terça (29) a Montevidéu, na capital uruguaia, onde se reuniriam para uma reunião do Comitê Executivo. O brasileiro Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista de Futebol e representante da CBF no comitê da Conmebol, estava se dirigindo ao Uruguai.

Há proposta de que a Chapecoense seja declarada campeã da Copa-Sul-Americana, mas é preciso o aval do Atlético Nacional, seu rival na competição. É certo que os dois jogos não acontecerão – a partida de ida seria nesta quarta (30), em Medellin, e a da volta na quarta que vem (7), em Curitiba – o estádio em Chapecó não tinha a capacidade mínima exigida para a decisão, de 40 mil espectadores.


A Chapecoense só garantiria vaga na Libertadores de 2017 se vencesse o Atlético Nacional na decisão, mesmo com o time colombiano já tendo vaga assegurada por ter sido campeão da Libertadores -2016.

Há também questão financeira envolvida, apesar de toda a comoção pelas mortes. É provável que a premiação pelo título do torneio também fique integralmente ao time de Santa Catarina.

A vaga na Libertadores é praticamente certa. A cúpula da Conmebol entende que seria uma maneira de auxiliar o processo para reerguer o clube após a tragédia, tanto financeiramente quanto esportivamente.

Fonte: Com informações do UOL
logomarca do portal meionorte..com