A Espanha estreou com o pé direito na Copa do Mundo do Catar 2022. Nesta quarta-feira, no Al thumamam Stadium, em Doha, a La Roja venceu a Costa Rica por 7 a 0, em duelo válido pela primeira rodada do grupo E. Os gols do jogo foram marcados por Dani Olmo, Asensio, Ferrán Tores (duas vezes), Gavi, Soler e Mortata. As informações são do Gazeta Esportiva.

Com esse resultado, o time de Luís Enrique assume a liderança do grupo. Enquanto isso, a equipe costa-riquenha é a lanterna sem nenhum ponto somado.

O próximo compromisso dos espanhóis é contra a Alemanha, que foi derrota por 2 a 1 pelo Japão na estreia. o duelo acontece neste domingo, às 16 horas. A Costa Rica, por sua vez, enfrenta a seleção japonesa, no mesmo dia, às 7 horas.

Foto: Odd Andersen/AFPFoto: Odd Andersen/AFP

Primeiro tempo

A Espanha começou melhor a partida e, aproveitando a posse de bola dos primeiros minutos de jogo, incomodou a Costa Rica. Pedri deu bom passe para Dani Olmo, que finalizou com perigo ao gol de Navas. Na sequência, Asensio arriscou e quase abriu o placar.

Depois dessas chegadas, a La Roja abriu o placar aos 10 com gol de Dani Olmo. Mantendo a pressão, o time de Luis Enrique ampliou aos 21. Alba recebeu bom lançamento na esquerda e tocou para o meio, encontrando Asensio, que, de primeira, estufou a rede.

Foto: Raul Arboleda/AFPFoto: Raul Arboleda/AFP

Ainda antes dos 30 minutos de jogo, o árbitro da partida assinalou uma penalidade a favor da Espanha, após Jordi Alba ser derrubado na área. Na cobrança, Ferran Torres converteu. Nos acréscimos, Asensio desperdiçou a chance marcar mais um depois de receber bom passe de Gavi na área. O camisa 10, porém, finalizou para fora.

Segundo tempo

O cenário continuou o mesmo na segunda etapa, com a Espanha dominando o jogo. Aos oito minutos, Gavi tocou para Ferrán Torres, que foi bloqueado ao finalizar. O camisa 11 insistiu, recuperou e balançou a rede mais uma vez para fazer o quarto gol.

Controlando a partida, os comandados de Luís Enrique seguiram ocupando o campo de ataque, arriscando chutes ao gol. Opção do técnico para o segundo tempo, Morata recebeu na área, mas errou o chute. Não satisfeita com o placar, a Espanha fez o quinto aos 28. Sem espaço para abter, Morata cruzou para Gavi, que mandou para o gol.

Já na reta final, aos 44 minutos, a Espanha fez o sexto gol. Soler aproveitou o rebote de Navas e bateu sem chance para o goleiro. Nos acréscimos, depois de perder algumas oportunidades, Morata recebeu bom passe de Dani Olmo e deu números finais à partida ao marcar pela sétima vez para os espanhóis.