Uma tecnolgia criada por brasileiros com a participação de um dentista alagoano vem auxiliando jogadores de futebol que passaram poe lesões no rosto para que retornem ao campo brevemente e com segurança.Com informações do portal 7 Segundos.

Trata-se de um protetor facial, como uma máscara que foi usada pela primeira vez pelo ex goleiro do Centro Sportivo Alagoano (CSA), Thiago Rodrigues, que atua atualmente como goleiro no  time do Vasco. 

A mascará facial foi utilizada pelo atacante da Coreia do Sul 'Son' na Copa do Mundo do Catar A mascará facial foi utilizada pelo atacante da Coreia do Sul 'Son' na Copa do Mundo do Catar 

Thiago havia sofrido uma fratura no dia 31 e março de 2021 e já no dia 22 de maio do mesmo ano, ele podê entrar em campo, graças ao protetor facial. O time do CSA acabou conquistando o título alagoano.

A mascará facial foi utilizada pelo atacante da Coreia do Sul 'Son' na Copa do Mundo do Catar nesta última quinta-feira (24), e muitos internautas repercutiram sobre o 'jogador mascarado' com memes, elogios e com questionamentos sobre o motivo do atacante ter jogado de máscara.  Son recorreu a tecnolgia após fraturar quatro ossos próximo aos olhos.

Um usuário do Twitter comentou: "Son mascarado deveria jogar no Vascão pra fazer dupla com o mascarado Thiago Rodrigues", lembrando do goleiro que também joga com o protetor.

Máscara facial

A máscara foi desenvolvida em conjunto pelo Dr. Milkle Pessoa, Dr. Marcelo Lasmar e Dr Vinicius Machado (dentista Radiologista e diretor do Grupo SLICE de MG) e a tecnologia utilizada foi a mesma feita para jogadores dos clubes europeus como Real Madri e Barcelona. 

O Dr. Marcelo Lasmar, dentista do Clube Atlético Mineiro de Futebol e Minas TC, explicou que a máscara foi feita internamente de EVA e externamente de fibra de carbono com resina epóxi, sendo tudo baseado na impressão 3d da face do jogador e molda-se ao rosto de quem vai usá-la.

Adaptação

Thiago Rodrigues, apelidado de 'Batman da Colina' contou em entrevista ao Portal UOL que a máscara não atrapalha a visão, e que a mesma é adaptada para atender as questões de visão periférica e visão ampla.

Ele ainda destacou que tem total visão do campo, ao lado, à frente, abaixo e acima. Além disso, Thiago conta que o  processo de aptação foi fácil e que o material gruda no rosto como uma luva.

O goleiro usa a mascará há mais de um ano devido a lesão que sofreu em 2021 quando ainda fazia parte do CSA. Ele usará o item até o fim da carreira. Para ele a máscara faz parte do uniforme assim como as luvas e chuteiras:

"É a extensão do meu corpo enquanto atleta.Ela faz parte da minha profissão, do meu trabalho. Um goleiro precisa ser corajoso, eu sou, tenho esse ímpeto. Ela é parte do meu fardamento, da minha vida como profissional", pontuou.