Especialistas opinam sobre nova camisa do Flamengo com estilo retrô

Mas nem todos acharam a melhor escolha da marca.

A revelação da nova camisa do Flamengo para a temporada 2017 dividiu opiniões nas redes sociais e até entre especialistas. O manto sagrado, que estreia dia três de maio contra o Universidad Catolica, do Chile, no Maracanã, é inspirado no time vencedor da década de 1980 e teve Diego como modelo. Com listras bem mais largas e uma gola com botão branco, virou alvo de análise de quem trabalha com moda.

Ricardo Nasseh, diretor de criação da Armadillo, identificou o visual retrô.

— Parece ser uma homenagem do clube e da patrocinadora aos anos 80, década em que o clube conquistou relevantes títulos de sua história, como o Mundial de Clubes. A nova camisa do Flamengo é completamente retrô, com listras grossas. A diferença fica por conta da gola, que é mais fina e moderna, diferente dos anos passados.


Rique Gonçalves, da grife R. Groove, achou a proposta interessante na gola.

— Acho boa a nova proposta de gola, que é quase uma polo, porem somente com o pé de gola fininho. Trouxe um aspecto mais limpo e contemporâneo. As cores em blocos também trouxeram novos ares, principalmente no contraste das mangas. Curti bastante. Vendo a peça de costas, é quase um streetwear. As listras da Adidas, localizadas somente no ombro, ajudaram a renovar uma linguajem que era vintage e desgastada — comentou.

Mas nem todos acharam a melhor escolha da marca.

— A camisa ficou com muitos recortes. Os botões da gola poderiam ser pretos, o recorte preto ficou largo demais e fatiou a peça. E a logo da Caixa está grande. A manga também poderia ser toda preta, sem o recorte — opinou Rodrigo Ribeiro, diretor-criativo da Foxton . A camisa custará R$ 249,99.

Fonte: Com informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com