Famílias de jogadores da Chape vão receber indenização de seguro

Teto do seguro pago pela CBF é de R$ 1,2 milhões

As famílias dos 19 jogadores da Chapecoense mortos no acidente na Colômbia receberão uma indenização de um seguro pago pela Confederação Brasileira de Futebol. O valor de cada indenização será de 12 vezes o salário mensal do jogador registrado na confederação, com um teto de R$ 1,2 milhão. O acordo não vale para direito de imagem ou outros contratos. 

Em março deste ano, a confederação instituiu um seguro de vida para todos os jogadores profissionais com contrato ativo no BID – o Boletim Informativo Diário da CBF. O seguro vale para jogadores, não para integrantes de comissões técnicas, e cobre casos de morte ou acidentes que resultem em invalidez permanente ou funcional. 

Chapecoense (Crédito: Reprodução)
Chapecoense (Crédito: Reprodução)

"O seguro cobre todos os 800 clubes profissionais do país, são quase 12 mil contratos que enviamos todos os meses para a seguradora",  disse o diretor de registro da CBF, Reynaldo Buzzoni.

A CBF investe R$ 1 milhão por ano na contratação deste seguro para os jogadores.

Fonte: Com informações do GloboEsporte.com