O primeiro clássico do Campeonato Carioca na temporada 2022 teve vitória do Fluminense. Em um duelo tomado por confusões, com bate-boca, empurra-empurra e cartões vermelhos no estádio Nilton Santos, o time tricolor venceu o Flamengo por 1 a 0, com gol de Arias, já nos minutos finais.

A cena mais inusitada do Fla-Flu inaugural de 2022 foi a discussão entre Felipe Melo e Diego, depois de um pênalti marcado a favor do rubro-negro e, depois, anulado por vídeo pelo confuso árbitro Alexandre Vargas. Felipe Melo empurrou Diego dentro da área, com o jogo parado.  

Houve mais tumulto no final do primeiro tempo, com briga dentro da área e nenhum jogador expulso. Também no segundo tempo, com agressão mútua e expulsão de Calegari e Vitinho. Em campo, o Flamengo teve a bola por 60% do tempo, como era de se esperar.

Fluminense marca no fim e vence Flamengo no primeiro clássico do ano - Imagem 1

Com 40%, o Fluminense finalizou oito vezes, duas no alvo. O Flamengo também chutou oito vezes, quatro no alvo, teve muita reclamação pelo impedimento milimétrico de Gabigol. Mas o Fluminense foi mais preciso e chegou ao gol aos 43 do segundo tempo, em cabeçada de Jhon Arias, que entrou no lugar de Willian do Bigode, aos 21.

 O Fluminense manteve sua estratégia de atrair o rival e tentar o contra-ataque. Importante frisar que esta não é uma exclusividade de Abel Braga. Há uma década, o Fluminense joga assim e atuou desta maneira até mesmo nos títulos brasileiros de 2010, com Muricy, e 2012, com Abel. Também preferiu esta estratégia com Odair Hellmann, Roger Machado e Marcão.  

Cris Silva avança com a bola pelo Fluminense contra o Flamengo - Foto: Fernando Sales/Estadão ConteúdoCris Silva avança com a bola pelo Fluminense contra o Flamengo - Foto: Fernando Sales/Estadão ConteúdoA exceção foi o período sob o comando de Fernando Diniz, que também ganhou Fla-Flu em 2019, gol de Luciano. Curiosamente, o técnico do Flamengo derrotado naquele ano foi Abel Braga.  Desta vez, Abel foi o vencedor e, pela primeira vez, ganhou de Paulo Sousa. Em Portugal, houve seis jogos entre Abel Braga técnico e Paulo Sousa jogador, com quatro vitórias do volante português e dois empates.

No ano passado, houve seis Fla-Flus, com quatro vitórias do Tricolor, um empate e apenas um triunfo rubro-negro. A escrita persiste no primeiro clássico de Paulo Sousa.