'Foi um mal-entendido’, diz campeão olímpico após suposta invasão

Segundo o pugilista, ele se confundiu após receber um vídeo.

A violência que assola as ruas do Espírito Santo, em várias cidades do estado, deixou o boxeador Esquiva Falcão assustado. Por uma rede social, o medalhista olímpico informou que sua casa havia sido arrombada por bandidos no bairro Interlagos, em Vila Velha, na noite de quinta-feira. Porém, depois voltou atrás, se desculpou pela afirmação e esclareceu o mal entendido, por meio de uma nota.

Segundo o pugilista, ele se confundiu após receber um vídeo enviado por um vizinho em um grupo de WhatsApp. O atleta está em Nevada, nos Estados Unidos, onde se prepara para a sua próxima luta, no próximo dia 17.

“Gostaria de tranquilizar a todos. Graças a Deus está tudo bem, foi apenas um mal-entendido! Minha casa está segura e, o mais importante, minha família está bem. Mas vale lembrar que a situação está caótica, muitos amigos e familiares estão com medo. Faço novamente um apelo às autoridades pois a população está sofrendo. Que Deus proteja a todos e isso se resolva urgente!", disse no comunicado, publicado no Facebook.

Veja a nota na íntegra:

Nota de esclarecimento sobre possível invasão de residência do Esquiva Falcão em Vitória (ES). O atleta publicou em uma rede social, na noite desta quinta-feira (9), que bandidos estariam dentro de sua casa na capital capixaba. Assustado com a crise de segurança no seu estado, o boxeador, que mora em Las Vegas nos Estados Unidos, acabou se confundindo com o vídeo enviado por um vizinho por meio de um grupo de WhatsApp.

"Gostaria de tranquilizar à todos. Graças a Deus está tudo bem, foi apenas um mal-entendido! Minha casa está segura e, o mais importante, minha família está bem. Mas vale lembrar que a situação está caótica, muitos amigos e familiares estão com medo. Faço novamente um apelo às autoridades pois a população está sofrendo. Que Deus proteja à todos e isso se resolva urgente!", declarou o capixaba, que se prepara para sua 17ª luta como profissional, marcada para a próxima sexta-feira (17).

Segundo sua esposa, Suelen Marques, o atleta mantém conversas quase que a todo momento com sua família para monitorar a situação.

"Foi um mal entendido nesse caso, o vizinho acabou se confundindo. Era noite e as casas do bairro são muito parecidas. Como está muito perigoso e havia bandidos fazendo assaltos no bairro, eu fui para a casa da minha mãe com meus filhos, deixei algumas luzes acesas, mas não havia ninguém lá. Nossa casa está preservada. O bairro tem monitoramento 24 horas e estamos em alerta”, disse”.

Fonte: Com informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com