Folga ajuda e Corinthians pode ter time ideal contra o Santos

Líder enfrenta o Santos na Vila Belmiro

O Corinthians entrou na pausa de 15 dias do Campeonato Brasileiro pressionado pela derrota por 1 a 0 para o Atlético-GO e viu sua distância para o vice-líder Grêmio ser encurtada para sete pontos no último sábado. A semana do clube começa, porém, com boa expectativa a respeito do time que vai entrar em campo no domingo, contra o Santos, na Vila Belmiro, em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.


Com os selecionáveis Cássio, Balbuena, Fagner e Romero voltando após a rodada das Eliminatórias Sul-Americanas a partir de quarta-feira, o técnico Fábio Carille espera também a recuperação do lateral esquerdo Guilherme Arana, que evoluiu de forma impressionante na avaliação do departamento médico corintiano. O camisa 13, que estirou o músculo reto femoral na derrota por 1 a 0 para o Vitória, no estádio de Itaquera, tinha uma previsão de retorno apenas para o final deste mês.

 (Crédito: Wikipedia)
Rodriguinho (Crédito: Wikipedia)

Com boa resposta ao tratamento, porém, ele deve voltar a trabalhar no gramado nos próximos dias e, dependendo da sua condição física, estará no clássico alvinegro. Atormentado por desfalques desde que venceu o Derby contra o Palmeiras, no dia 12 de julho, o Timão só conseguiu ter seus titulares em campo por cerca de 10 minutos desde então, no começo da partida contra o Avaí. Desde que Pablo machucou a coxa direita e Jadson sofreu duas fraturas nas costelas, ambos diante dos catarinenses, Carille sofre para ajustar seu esquema aos desfalques.

Curiosamente, a campanha do Corinthians até as baixas que se sucederam ao Derby tinha 11 vitórias e apenas dois empates, sendo a principal responsável pela gordura apresentada na ponta da competição. Nas rodadas subsequentes, foram quatro vitórias, três empates e duas derrotas, um número mais próximo da normalidade. Caso Arana não consiga atuar, o mais provável é que Marciel, liberado após três meses sem nem sequer ser relacionado devido a um remédio tomado indevidamente, ganhe uma oportunidade no setor. Moisés, que atuou nos últimos jogos, não agradou a comissão técnica.

Fonte: Footstats