Ganso é pedido exclusivo do técnico Dorival Júnior do Santos

A contratação do jogador teria sido um pedido exclusivo do Dorival

O Santos inicia neste final de semana o projeto para repatriar o meia Paulo Henrique Ganso. Segundo o UOL,  a contratação do jogador foi um pedido exclusivo do técnico Dorival Júnior. O treinador leu na internet que o Sevilla, da Espanha, queria se desfazer do atleta e, no mesmo dia, entrou em contato com a diretoria santista para pedir o reforço.

O presidente Modesto Roma adorou a sugestão e prometeu a Dorival Júnior que abriria negociações o mais rápido possível – inclusive neste final de semana.

Vale ressaltar que o Santos já possui um representante na Europa, o agente Luiz Taveira, que viajou ao velho continente para contratar o atacante Bruno Henrique, ex-Goiás e que atua no Wolsfburg.

Técnico Dorival Júnior do Santos
Técnico Dorival Júnior do Santos


Não é a primeira vez que Modesto Roma se interessa por Ganso. Desde que assumiu a presidência do clube paulista, em janeiro de 2015, foram duas tentativas. A primeira proposta foi por empréstimo, mas o São Paulo recusou. Na segunda tentativa, o time que revelou o atleta para o futebol perdeu para os euros do Sevilla.

Além de possuir ótimo relacionamento com o presidente Modesto Roma, o ex-camisa 10 de Santos e São Paulo tem forte amizade com o ex-presidente do clube paulista, Marcelo Teixeira, que não descartaria utilizar a sua influência para ajudar no retorno do meia.

Ganso seria a "cereja do bolo" da diretoria santista nesta temporada. A ideia era que o atacante Robinho fosse a contratação de maior impacto do clube para 2017, mas a cúpula alvinegra não aceitar pagar o Atlético-MG pela liberação do jogador.

Na Vila Belmiro, os dirigentes santistas alegam que fizeram uma ótima proposta salarial, de cerca de R$ 700 mil por mês, e por isso, eles esperavam que Robinho brigasse por sua liberação no clube mineiro, com o qual tem contrato até dezembro deste ano. 

Fonte: Uol
logomarca do portal meionorte..com