Goleiro agredido por Walter em treinamento ficará em observação

O goleiro Matheus foi agredido durante treinamento do Goiás

O goleiro Matheus, de 22 anos, agredido por Walter em treinamento do Goiás na última sexta-feira, já recebeu alta do hospital onde passou a noite, porém, ficará sete dias em observação, segundo o gestor de futebol Harlei Menezes. De acordo com o dirigente, Matheus tem o quadro estável e requer atenção médica por ter perdido a memória. 

Matheus recebeu uma cotovelada de Walter no fim do treinamento de sexta, o último do Goiás antes do embarque para Rio Verde, onde o clube atua neste sábado pelo Campeonato Goiano. Walter chegou a embarcar com a delegação esmeraldina para o sudoeste do estado, contudo, foi cortado depois que o presidente Sérgio Rassi tomou conhecimento do episódio.

- O Matheus recebeu alta pela manhã. O estado de saúde dele é estável, necessita de cuidados. O atleta perdeu a memória e vai permanecer em observação por sete dias – disse Harlei Menezes neste sábado, já em Rio Verde.

Matheus ficará em observação por sete dias
Matheus ficará em observação por sete dias

O gestor de futebol do Goiás disse que Walter foi relacionado por dois motivos: primeiro, pela proximidade do lance com o horário da viagem para Rio Verde. A diretoria esperava que Walter pudesse mostrar arrependimento, o que não aconteceu; o segundo motivo foi o fato de o presidente Sérgio Rassi estar na Bahia. Ele só soube do episódio quando o Goiás já estava em Rio Verde.

- Foi proposital (a agressão), intencional e relatado pelo próprio atleta (Walter). Ele disse que fez e que faria novamente – disse Harlei.

O atacante Aylon, apresentado na última sexta-feira, foi convocado para o lugar de Walter e já está com a delegação esmeraldina. Walter era aguardado no clube na manhã deste sábado, mas não compareceu. Ele já está cortado da viagem para Varginha, onde o Goiás joga contra o Boa Esporte, na próxima semana, pela Copa do Brasil. O atacante é esperado no treino se segunda pela manhã. O futuro de Walter no Goiás será definido pela diretoria e pelo departamento jurídico.

Fonte: globoesporte.com