Huracán usa redes sociais para cobrar divida do Cruzeiro

Clube argentino cobra pagamentos referentes a compra de Ábila

O Cruzeiro foi "notificado", através das redes sociais e do site oficial do Huracán sobre os atrasos nos pagamentos referentes à compra do atacante, Ramon Ábila.

O clube mineiro adquiriu 50% dos direitos econômicos do jogador em julho de 2016, por 4,2 milhões de dólares (cerca de R$ 13 milhões). O Cruzeiro, entretanto, pagou apenas uma parte das parcelas, algo que deveria ter sido quitado até 5 de dezembro. O valor devido não foi informado na nota.

Ramon Ábila (Crédito: Reprodução)
Ramon Ábila (Crédito: Reprodução)

De acordo com o comunicado no site do clube argentino, o Cruzeiro tem dez dias, a partir de 29 de dezembro, para finalizar os pagamentos. Ainda de acordo com a publicação, se não cumprir o vencimento, o time azul vai sofrer sanções do Estatuto de Transferências de Jogadores da Fifa. O time portenho ainda ameaçou o clube mineiro de ter que arcar com a opção de compra total do jogador.

Ábila chegou ao Cruzeiro e rapidamente conquistou vaga no time titular. O jogador disputou 29 jogos e marcou 12 gols. Os tentos, no entanto, desapareceram em certo momento do Campeonato Brasileiro algo que mandou o jogador para o banco de reservas, por opção do técnico Mano Menezes.


Fonte: Com informações da Espn
logomarca do portal meionorte..com