Jogadora Thaisa desistiu de ir à boate de ataque em Istambul

Marido da jogadora postou relato no Twitter

Por pouco a brasileira Thaisa não esteve na boate atacada por uma ação terrorista na primeira madrugada do ano, em Istambul, no domingo (01). A jogadora da seleção brasileira de vôlei atua na Turquia e desistiu de passar a noite na Reina pouco antes do incidente, segundo relatos de seu marido nas mídias sociais. 

O jornalista Guilherme Pallesi usou sua conta no Twitter para informar que o casal está bem e para comemorar a desistência de ir à boate Reina na noite de domingo.

Estrela da seleção brasileira, Thaísa defende o Eczacibasi Vitra, de Istambul (Crédito: Reuters)
Estrela da seleção brasileira, Thaísa defende o Eczacibasi Vitra, de Istambul (Crédito: Reuters)

"Rapaziada, eu e a Thaisa estamos bem, iríamos ao Reina ontem, Thaisa não quis ir e fiquei bravo com ela. Graças a Deus não fomos", escreveu Pallesi, jornalista da Rádio Bradesco Esportes, de São Paulo.

Segundo autoridades da Turquia, 39 pessoas foram mortas e 69 feridas por um atirador, vestido de Papai Noel, dentro da boate Reina, por volta de 1h30 (horário local; 21h30 em Brasília). De acordo com o ministro do interior do país, Suleyman Soylu, 21 das vítimas fatais já foram identificadas, sendo 16 estrangeiros e cinco cidadãos turcos. 

De acordo com a CNN turca, o responsável pelo ataque teria entrado na boate atirando indiscriminadamente contra os presentes. Estima-se que cerca de 500 pessoas estivessem no local.

Bicampeã olímpica com a seleção brasileira, Thaisa Daher Pallesi atua pelo Eczacibasi Vitra desde o fim dos Jogos do Rio, em agosto passado. 

Fonte: Com informações do Uol
logomarca do portal meionorte..com