Jogos das Olimpíadas das Escolas Particulares avançam neste Sábado

Jogos de Futsal avançam na classificatória das Olimpíadas

Cinco jogos realizados na manhã de Sábado(20) nos colégios São José, bairro Mocambinho, zona norte de Teresina e Einstein no bairro Morada do Sol na zona leste da capital piauiense, avançaram na fase classificatória das Olimpíadas das Escolas Particulares que começaram no dia 6 de maio e vão até o dia 3 de junho com disputa de jogos entre 300 estudantes de 24 escolas.


No Colégio São José, a disputa de futsal sub-9 foi entre o Colégio São Matheus no Mocambinho e o Colégio Pro-Campus, no centro de Teresina, com crianças com até 9 anos e sub-11, com crianças de 10 a 11 anos em disputa entre o Colégio São José e Jesus de Nazaré no bairro aeroporto. No Colégio Einstein foram realizados 3 jogos de futsal. A partida do sub-9 foi entre Einstein e Colégio Dom Barreto e o sub-11 foi entre os Colégio Integral e o Sinopse e no Sub-11, a partida foi entre Einstein e Dom Barreto. 

Colégios Einstein e São José movimentaram a manhã de Sábado (Crédito: Efrém Ribeiro)
Colégios Einstein e São José movimentaram a manhã de Sábado (Crédito: Efrém Ribeiro)

Os jogos foram muito disputados com direito a torcida das crianças que gritavam o nome dos jogadores para incentivá-los. Arthur Levi de 8 anos, do Einstein, disse que o primeiro tempo no sub-9  na disputa com o Dom Barreto, os adversários fizeram 8 a 0, mas acredita que é possível superar no segundo tempo. " Nós começamos a jogar agora, estamos nos aquecendo", disse.

O ala que passou a jogar como fixo, Marcone Filho de 9 anos do Colégio Dom Barreto, disse que sua equipe demonstrou superioridade por que o time treinou muito. "Estamos preparados para ganhar", disse Marcone. Como nas disputas tradicionais, durante a disputa por uma bola, o ala esquerdo João Matheus, caiu e foi levado ao banco de reservas, mas retornou à quadra. Como na vida, ele caiu, sacudiu a poeira e deu a volta por cima.

O professor de Educação Física, Raylson Newton, afirmou que as olimpíadas são importantes por que promovem a integração e intercâmbio entre estudantes de várias escolas. " É momento de socialização das crianças e muitas delas estão iniciando na prática esportiva agora, além de ser um momento de lazer e descontração", falou ele.

Colégios Einstein e São José movimentaram a manhã de Sábado (Crédito: Efrém Ribeiro)
Colégios Einstein e São José movimentaram a manhã de Sábado (Crédito: Efrém Ribeiro)

O coordenador das Olimpíadas das Escolas Particulares, James Lima, disse que os jogos estão revelando atletas talentosos e que oferecem alegria na disputa. " As olimpíadas são um momento de participação, de integração, em que os estudantes jogam e aprendem. É importante a união, o companheirismo para se vencer. É um momento em que é preciso treinar a liderança e a partilha. É um momento maravilhoso da vida dos estudantes, em que praticam esportes, disciplina, vontade e esforço para se vencer", disse James.

A professora de Educação Física, Fabiana Soares, árbitra das partidas das Olimpíadas das Escolas Particulares, disse que os jogos promovem integração e a cidadania entre os estudantes, o respeito e a busca do espírito competitivo. "Os jogos são educativos e integram a prática educativa como um todo", disse. No Colégio São José, os jogos do futsal levaram uma grande torcida ao ginásio. Cada ataque e cada defesa, a torcida incentivava e festejava os gols. 

João Victor da defesa do time de futsal do Colégio Jesus de Nazaré, de 11 anos, disse que no primeiro tempo o seu time perdeu por 4 a 1 na disputa contra a equipe do Colégio São José, mas acha que é possível ocorrer a virada. "Vamos conseguir a virada no segundo tempo, com mais esforço da equipe. Aproveitar as chances e chutar forte para o gol", disse João.

Também joga na defesa, Luís Felipe de 10 anos, do Colégio Jesus de Nazaré. Ele disse que é possível reverter o resultado negativo, trabalhando mais em equipe e chutando para o gol, além de mais atenção ao jogo. O atacante Luís Guilherme de 10 anos, do Colégio São José, disse que sua equipe teve resultado positivo por estar ganhando do time do Colégio Jesus de Nazaré  por que todos os atletas estavam jogando bem, entrosados e os treinos antes da partida foram muito fortes. "O resultado mostra a força de nossa união", falou. O lateral Samuel Victor de 10 anos do Colégio são José, disse que o time tem tudo para ganhar a partida, pois todos os jogadores estavam esforçados e fazendo o jogo em equipe, e não, os lances individuais.

Por Efrém Ribeiro - Repórter Portal Meio Norte

Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Efrém Ribeiro