Jon Jones nocauteia Daniel Cormier e retoma o cinturão do UFC

No retorno ao octógono, lutador derrotou seu maior rival

Após ser preso, suspenso por doping e ter retirado o cinturão do UFC, Jon Jones só tinha uma opção: contar consigo mesmo para começar a caminhada rumo ao topo novamente. Com o coração de campeão, o dono da divisão dos pesos-meio-pesados reconquistou o cinturão ao derrotar o arquirrival Daniel Cormier por nocaute a 3m01s do terceiro round.

Após a luta, Daniel Cormier deu um show de falta de esportividade. Primeiro tentando deixar o octógono antes do anúncio oficial da luta. Depois, deu um tapa na mão do árbitro e se recusou a ficar no centro do octógono para o anúncio do resultado oficial.

- Eu queria dizer a todos que eu amo muito meus fãs. E quero pedir a todos que aplaudam Daniel Cormier. Ele não tem nada para se envergonhar; ele é e sempre será um grande campeão - disse Jones, que fez questão de ir ao encontro de Cormier, que chorava copiosamente, e sua equipe para dar um beijo na cabeça do agora ex-campeão e cumprimentar todos os seus treinadores.

Jon Jones (Crédito: Reprodução)
Jon Jones (Crédito: Reprodução)

Depois, Jones ainda pegou o microfone e desafiou publicamente Brock Lesnar, ex-campeão peso-pesado e um dos maiores astros da história da companhia, para uma luta.

- Brock, se você quiser saber como é apanhar de um cara bem mais leve que você, encontre-me no octógono - disparou, largando o microfone e saindo do octógono.


Fonte: Com informações do Combate