Love e Wallace têm negociações difíceis para reforço do Flamengo

No momento, o foco é em liberar as peças mais caras.

A dois dias do início da pré-temporada com o grupo completo, o Flamengo corre contra o tempo para acelerar a saída de todos os jogadores fora dos planos, desonerar a folha salarial o suficiente, e investir na chegada de seus primeiros reforços de peso. É possível que até sábado o elenco se reapresente para os trabalhos sem caras novas de destaque, apenas o técnico Carpegiani. A diretoria apertou o departamento de futebol no começo do ano com a projeção de mais saídas do que o inicialmente esperado para liberar espaço para as contratações.

No momento, o foco é em liberar as peças mais caras que restam. Mancuello, um dos maiores salários, vai para o Cruzeiro. O diretor Rodrigo Caetano fechou a venda por R$ 6 milhões de 60% dos direitos que o clube detinha do argentino (90%), que assina por três anos em Belo Horizonte. Alex Muralha e Rafael Vaz ainda têm a liberação travada pela falta de interessados. Enquanto Gabriel segue para o Sport, por empréstimo. Com a chamada “barca” definida, o Flamengo poderá saber quando terá de aporte financeiro para os primeiros reforços.

Hoje, o clube tem acerto salarial com o atacante Vagner Love e com o volante Wallace. O zagueiro Pablo e o lateral Zeca também estavam apalavrados. Contudo, quase todos dependem de liberações de seus clubes. Neste ponto a situação é complicada, cada uma da sua forma. No caso de Love, o jogador já acertou o salário oferecido pelo Flamengo. Agora, viaja com seu empresário para convencer o Alanyaspor, da Turquia, a liberá-lo do contrato até 2020. A saída por empréstimo, desejo do Flamengo, é considerada difícil pelas partes. Mas a tentativa será feita. Mesmo sabendo que Love é o principal jogador do clube e foi o responsável direto pela subida de divisão nacional.

A situação de Wallace é aparentemente mais simples. Isto porquê o Hamburgo, da Alemanha, tem o desejo de liberar o jogador, mas pode exigir compensação financeira. Os representantes do volante estão na Europa para tentar o modelo por empréstimo. A situação deve clarear até o fim da semana. O jogador deseja voltar ao Brasil agora e o Flamengo é o destino preferido. Neste caso, o comum acordo com o Hamburgo deve ser atingido. O ponto negativo é a concorrência com clubes como o Atlético-MG, que sinalizou com proposta pelos direitos do jogador.

Caso necessário, o Flamengo pode abrir os cofres e fazer uma proposta para adquirir os principais reforços. Além da venda de Mancuello, a diretoria disponibilizou até R$ 15 milhões para investimentos, dependendo do enxugamento da folha salarial. Os contatos por Zeca e Pablo correm há mais tempo e também são complexos. O lateral ex-Santos entrou na Justiça contra o clube paulista e o jurídico do Flamengo recomendou cautela na negociação. Se ficar liberado, Zeca desembarca na Gávea, mas não há prazo. Enquanto Pablo chegou a se reapresentar ao Bordeaux, da França, para negociar a liberação.

Fonte: Com informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com