Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Messi fará comunicado se fica ou sai do Barcelona nas próximas horas

Veículos afirmam que astro emitirá nota em resposta à La Liga, que se posicionou a favor do Barcelona em disputa jurídica

Compartilhe

A novela da possível saída de Messi do Barcelona pode ter um capítulo importante nesta sexta-feira. Diversos veículos da imprensa espanhola afirmam que o astro argentino emitirá um comunicado oficial nas próximas horas, se manifestando pela primeira vez em meio ao imbróglio de uma disputa legal com o clube catalão por conta de uma cláusula de liberação automática. Informações do GE.

Os diários esportivos do país, tanto os de Madri como os da Catalunha, indicam que não há conhecimento sobre o conteúdo deste comunicado: se ele confirmará o desejo de Messi de deixar o Camp Nou ou se indicará uma possível permanência - como foi ventilado na última quinta. O consenso é que será uma nota em resposta à La Liga, que se posicionou a favor do Barcelona em meio à queda de braço jurídica.

Painel com Messi-Foto-Nacho Doce/Reuters

No último domingo, a organização que comanda a elite do futebol espanhol emitiu um comunicado indicando que o contrato de Messi ainda se encontra vigente e que o jogador só poderia deixar o clube automaticamente pagando uma multa rescisória de 700 milhões de euros (R$ 4,5 bilhões).

O craque, considerado o maior jogador da história do clube, não se reapresentou nesta semana, como previa o planejamento da diretoria. Ele era aguardado para fazer testes para a Covid-19 no último domingo e começar a treinar na segunda-feira, mas não apareceu - como previa a imprensa local.

Na terça-feira, o jogador explicitou aquilo que já era comentado pelos jornalistas: ele enviou um burofax (uma carta com confirmação de recebimento) indicando que deseja deixar o clube acionando uma cláusula de rescisão automática. Esta parte do contrato indicaria que Messi poderia sair sem custos desde que comunicasse a decisão até 10 dias depois do fim da temporada.

E a queda de braço jurídica se dá justamente na divergência quanto à data do fim da temporada, que teve calendário alterado pela longa paralisação causada pela pandemia da Covid-19. A jornada 2019/20 acabou oficialmente somente no dia 23 de agosto (final da Champions) - e esta data é usada por Messi para acionar a cláusula. O Barça entende de forma diferente e alega que a temporada chegou ao fim em 31 de maio, como previsto antes da pandemia, considerando que a cláusula já venceu.

Em meio a essa disputa jurídica, o pai e agente do jogador, Jorge Messi, viajou a Barcelona e se reuniu com o presidente Josep Maria Bartomeu na última quarta-feira. Ele chegou à Espanha indicando que seria difícil a permanência do craque no clube e teria deixado o encontro sem um acordo com a diretoria. Entretanto, horas depois a imprensa espanhola começou a noticiar que a chance do argentino permanecer havia aumentado.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar