Não precisamos de Copa, e sim de hospitais e escolas, diz Chilavert

O país precisa de hospitais, escolas e infraestrutura", esbravejou

O lendário goleiro José Luis Chilavert disparou críticas contra a possível candidatura do Paraguai para se tornar sede da Copa do Mundo de 2030 , ao lado de Argentina e Uruguai. Os alvos do ex-jogador foram Horacio Cartes, presidente do Paraguai, e Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol. 


Chilavert , que atualmente está com 52 anos de idade, demonstrou toda sua indignação em declarações no Twitter. "Domínguez, o Paraguai não necessita de um Mundial. O país precisa de hospitais, escolas e infraestrutura. Não nos engane mais", disse o ex-jogador.

E ele ainda citou o Brasil para continuar criticando. "Não querem que enganem o meu povo do Paraguai. Exemplo é o Brasil, fracasso total no Mundial, cheio de dívidas", continuou. "É o povo paraguaio que pagará as dívias. O que aconteceu no Brasil? Toda corrupção e o país cheio de contar para pagar. Não podemos fazer um viaduto e querem fazer uma Copa".

 (Crédito: La Nacion/Reprodução)
(Crédito: La Nacion/Reprodução)

Também usando a rede social, o presidente Horacio Carte anunciou que vai concorrer ao lado dos vizinhos Argentina e Uruguai uma candidatura conjunta para o Mundial de 2030. "Confirmo que já estamos de acordo os presidentes de Argentina e Uruguai para disputar a candidatura do Mundial de Futebol de 2030", anunciou Cartes.

Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, confirmou a notícia da possível recepção da Copa do Mundo.

Vale lembrar que o estádio General Pablo Rojas, do Cerro Porteño, foi reaberto depois de mais de dois anos de obra. "Nueva Olla", novo pote em português, é atualmente o mais moderno do Paraguai. A expectativa é de que até o ano de 2030 , o estádio Defensores del Chaco , o mais importante do país, seja reformado.


Fonte: iG
logomarca do portal meionorte..com