Neto revê policial que o resgatou com vida e conta sobre sonho

Irmão do zagueiro da Chapecoense publica imagem do encontro

Sobrevivente do acidente com a delegação da Chapecoense, Neto posou para uma foto com o tenente Marlon Lengua, policial que o resgatou com vida quando as buscas já estavam suspensas. É a primeira imagem pública do zagueiro desde a tragédia que vitimou 71 pessoas, dentre jogadores, dirigentes e jornalistas, no fim de novembro. Lengua disse que conversou por cerca de cinco minutos com o jogador, que lhe contou ter sonhado com o acidente. O irmão do zagueiro, Leonardo Zampier, publicou a imagem nas redes sociais com uma mensagem agradecendo também à Polícia de Antióquia. O jogador ainda encontra-se em um hospital em Medellín, Colômbia, mas tem retorno marcado para o Brasil nesta quinta-feira.

Image title

- O Neto sabe tudo o que aconteceu, sabe toda a verdade. Ele me contou que, um dia antes do voo, sonhou com o acidente e sonhou que sobrevivia. É uma historia bonita. O que posso dizer? Caíram as lágrimas por vê-lo bem, caíram lágrimas por como me agradeceu seu pai, pelo irmão, que também me agradeceu. Ele está bem, mas tem que ser muito cuidado pela infecção que teve no pulmão. mas em breve estará com vocês no Brasil - disse Lengua.

Empolgado com o encontro, o policial enviou mensagem à reportagem comemorando o estado de saúde de Neto, dizendo ser bem diferente de quando o encontrou:

- Estou muito feliz, estive com a família do Neto e com o próprio Neto. Está muito, muito bem, com forças para lutar nessa vida. Muito diferente de quando o encontrei. Falei com ele, a recompensa é que ele está muito bem, me agradeceu muito, seu pai também, me abraçaram, foram muitas coisas. Ele me perguntou muitas coisas, como eu o tinha encontrado, como o escutei... Conversamos por uns cinco minutos e acho que amanhã viajará na primeira hora. 

Confira a mensagem do irmão de Neto publicada em redes sociais:

"Deus é amor. E amor foi o que senti aqui de todos que o ajudaram, sejam com suas habilidades, sejam com suas orações, sejam os nativos daqui ou de qualquer lugar do mundo. Aqui vão meus agradecimentos a Deus e a esses anjos da guarda que cuidaram tão bem do meu irmão aqui na Colômbia. Sintam-se abraçados fortemente por toda nossa família e amigos, sejam vocês socorristas, médicos, enfermeiros, voluntários, polícia, Etc. De coração.

Não ia citar alguém, por receio de ser injusto, mas esse cara aqui, eu penso que, não fosse a atenção, insistência e intuição dele, possivelmente não estaríamos aqui, nos despedindo da Colômbia e retornando ao Brasil com a missão cumprida!!! Muito obrigado Marlon Lengua!!! Muito obrigado Colômbia!!! Muito obrigado Brasil!!! Muito obrigado Mundo!!!"

A Polícia nacional da Colômbia foi a primeira a chegar ao local, contou o comandante da Polícia Nacional. Eram 20 policiais no princípio, que foram chamados por um soldado que mora próximo da região e ouviu o estrondo do avião. Apesar da escuridão, eles conseguiram resgatar as primeiras cinco pessoas com vida. Marlon Lengua encontrou Neto quando todos socorristas já haviam deixado o local, encerrando as buscas para retornarem nas primeiras horas do amanhecer.

Fonte: Com informações do Globoesporte.com