Neymar inicia nesta terça caminho para elevar o patamar do PSG

Após ótimo começo no Francês, camisa 10 estreia pelo Paris

Neymar disputou quatro jogos desde que chegou ao Paris Saint-Germain. Foram quatro gols, quatro assistências e quatro vitórias, todas pelo Campeonato Francês. O craque logo mostrou do que é capaz e deu show em campo todas as vezes, justificando por que se tornou a contratação mais cara da história do futebol - 222 milhões de euros (cerca de R$ 820 milhões).

as o desafio maior ainda está por vir. Com todo respeito ao "Francesão", o grande objetivo do PSG e do próprio Neymar é o inédito título da Liga dos Campeões, que finalmente elevaria o clube a outro patamar na Europa, o mesmo que já alcançou financeiramente. E a missão do craque é liderar o time na caminhada que se inicia nesta terça-feira, contra o Celtic, em Glasgow, pela primeira rodada do Grupo B. A bola rola às 15h45 (horário de Brasília).


Um bom sinal para o PSG é que o adversário traz ótimas recordações a Neymar. Em 2013 ele marcou três vezes na goleada do Barcelona por 6 a 1 no Camp Nou, e no ano passado fez um e deu quatro assistências em novo show dos catalães em casa - 7 a 0.

Para Neymar, levar o PSG à glória na Champions provavelmente significará a conquista do desejado prêmio de melhor jogador do mundo, algo que ficou mais visível em seu radar após deixar a sombra de Messi no Barcelona. Por isso é tão importante para ele se destacar na competição.

Por enquanto, o entrosamento foi fácil. Se Neymar repetir as atuações que teve no Francês, a torcida pode esperar um novo show em Glasgow. O pouco tempo não foi empecilho para a adaptação.

- Com a inteligência e a qualidade do Neymar, é muito fácil para ele se encaixar no time. Ele se adaptou rapidamente, já está incorporado ao nosso sistema tático, assim como o Mbappé e o Dani Alves - disse o capitão do PSG, Thiago Silva.


A ascensão de Neymar é clara. Muita gente já o coloca no mesmo nível de Messi e Cristiano Ronaldo. Mas não é o caso do técnico do Celtic, Brendan Rodgers, adversário desta terça. Apesar dos elogios ao brasileiro, o comandante acredita que ele ainda está abaixo dos outros dois.

- Não, acho que isso será determinado nos próximos anos. Messi e Cristiano Ronaldo têm jogado no nível mais alto na última década. Acho que é difícil separar esses dois, é questão de qual você prefere. Neymar está no caminho para se juntar a eles. Mas isso dependerá de números: quantos gols fará, quantas oportunidades criará, quantos títulos conquistará... - afirmou Rodgers.

PSG sem argentinos, desfalque importante no Celtic

Neymar está confirmado como titular do Paris no Celtic Park, assim como outro astro recém-chegado, o francês Mbappé, que estreou na última sexta com gol. Recuperado de um problema físico, Thiago Silva também vai para o jogo. Os desfalques são os argentinos Di María e Pastore, machucados.

Do lado do Celtic, Rodgers não pode contar com um de seus principais jogadores: o jovem atacante francês Moussa Dembélé, que se recupera de lesão na coxa. A boa notícia é que outro atacante, Leigh Griffiths, voltou a ficar à disposição. Ele e os meio-campistas Scott Sinclair e Tom Rogic aparecem como maiores nomes do atual campeão escocês nesta partida.


Fonte: Com informações do Globoesporte.com
logomarca do portal meionorte..com